Ricciardo lembra parceria com “genuíno” Vettel: “Muito competitivo e implacável”

Daniel Ricciardo disse guardar boas memórias dos tempos em que dividiu a Red Bull com Sebastian Vettel. Australiano considerou que ganhou alguns anos mais de carreira com a pausa forçada pela pandemia do novo coronavírus

Ex-companheiro de Red Bull, Daniel Ricciardo exaltou Sebastian Vettel e afirmou ter grandes memórias da parceria com o alemão. Aos 32 anos, o #5 se despede da Ferrari nesta temporada e ainda não acertou qual será seu próximo passo na Fórmula 1.

Par de Vettel no time dos energéticos em 2014, Ricciardo fechou a temporada com o terceiro posto no Mundial, acumulando três vitórias e um total de oito pódios. Sebastian, por sua vez, foi o quinto, com quatro pódios, mas nenhuma vitória.

F1 2014 Hungria Hungaroring Red Bull Sebastian Vettel Daniel Ricciardo
Daniel Ricciardo e Sebastan Vettel foram companheiros apenas em 2014 (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Paddockast #65 | As ideias esdrúxulas de retorno/As boas ideias de Lewis Hamilton
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

Questionado durante uma live no Instagram da F1 se tinha boas memórias da parceria com Vettel, Ricciardo respondeu: “Tive e tenho”.

“Realmente, as coisas que extraí daquele ano com Seb foram, apesar de um ano difícil para os padrões ele, particularmente vindo de quatro [títulos] em sequência, ele sempre foi, como é, muito competitivo e implacável”, disse. “Mas, fora da pista, ele sempre apertou a minha mão, me parabenizou. Para mim, parece que ele não é só um grande esportista, mas muito honesto e genuíno”, elogiou.

“Eu, obviamente, o respeitei desde o início, mas acho que tínhamos respeito um pelo outro e isso era legal. Ele faz as coisas um pouco no estilo da velha guarda, mas eu respeito essa abordagem também. Ele não é realmente influenciado por muita coisa. Ele tem o jeito dele e defende isso”, observou.

Às vésperas do início de uma temporada atípica, Ricciardo se disse ansioso para voltar a correr, mas reconheceu que não será fácil depois de tanto tempo longe do carro.

“No muito, é mais combustível para o fogo. Foi bom ter algum tempo sozinho, tempo para pensar e processar. Isso, certamente acendeu o meu desejo ainda mais. Senti falta das corridas mais do que nunca, senti falta de competir, senti falta dos holofotes e de todas as outras coisas. Senti saudades de tudo”, comentou. “Não é que eu tenha perdido o amor por tudo isso. Isso só reiterou o meu amor por competir neste esporte e pelo meu trabalho”, frisou.

“Nós viajamos tanto e você vai, vai, vai, mas, às vezes, você realmente não tem a chance de parar. Foi, de certa forma, bom para os nossos corpos termos sido forçados a parar, não estar em cabines pressurizadas o tempo todo e todo esse time de coisa”, falou. “Do ponto de vista da performance, talvez isso tenha me dado alguns anos mais na minha carreira, então vejo um lado bom”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube