F1

Ricciardo minimiza status de primeiro piloto dentro da Red Bull: “Não preciso disso”

Daniel Ricciardo ainda não definiu seu futuro para a temporada 2019, mas o acerto com a Red Bull parece cada vez mais próximo de acontecer. Pensando nisso, o piloto negou que procura o status de piloto número 1 para renovar o contrato
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Daniel Ricciardo (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Daniel Ricciardo ainda precisa decidir qual seu futuro para 2019. Apesar da renovação com a Red Bull parecer cada vez mais certa, o australiano afastou a ideia de que procura o status de número 1 dentro do time para qualquer acerto.
 
O último resultado de grande sucesso do competidor foi em Mônaco, onde alcançou a vitória. Desde então, soma dois quarto lugares, um quinto posto e um abandono. Para ele, isso tem sido uma fase de má sorte. Enquanto isso, Max Verstappen conquistou três pódios desde a prova monegasca.
 
Ao falar sobre seu futuro, o australiano negou a ideia de que precisa ser o primeiro piloto dentro do time para renovar seu contrato. “Não que eu não queira isso [o status de nº 1], mas eu não preciso disso, está tudo bem”, falou.
Daniel Ricciardo (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“Óbvio, Max está pilotando bem, mas acredito que houve coisas desde Mônaco que tem sido um pouco perturbadoras ou um pouco de má sorte. Como a asa dianteira e tudo o que aconteceu em Paul Ricard. Apenas me chateiam”, continuou.
 
Nos últimos tempos, surgiram diversos rumores de que equipes mostraram interesse no #3, como Ferrari e McLaren, mas foram perdendo força com o passar das semanas. O próprio piloto chegou a reconhecer que também tem olhado para outras opções, apesar de que a renovação com a Red Bull pareça cada vez mais próxima.
 
“Nem todas as portas estão fechadas. Mas parece cada vez mais que as outras equipes de ponta vão seguir com suas duplas. Eu não tenho as confirmações disso, mas você meio que lê nas entrelinhas”, disse.
 
“Então, obviamente, se não for a Red Bull existem outras duas opções bastante atraentes e se elas não forem possíveis, então seria difícil ser convencido que exista uma opção melhor que a Red Bull. Só quero ter certeza de que estou correto nos meus julgamentos”, encerrou.