Ricciardo mostra desconfiança com atualização dos motores Renault em Austin: “Não vou me empolgar muito”

Daniel Ricciardo demonstrou extrema cautela ao falar da prometida atualização dos motores Renault. O australiano garantiu que não se empolga muito com a novidade

Daniel Ricciardo não está empolgado com a prometida atualização nos motores Renault neste final de temporada 2015. O australiano da Red Bull – que já rompeu a parceria com a fornecedora francesa para 2016 – acredita que a evolução não será muito grande e mostrou cautela ao falar do assunto e das expectativas para o restante do campeonato.
 
Ricciardo conteve a animação ao comentar do novo motor que deve estar à disposição para o GP dos EUA.
 
“Vamos aproveitar o que este motor tiver de novo, claro, mas não espero muito, não. Vai ser melhor do que é hoje, mas não vai ser suficiente para melhorarmos 0s5 por volta. Eu não vou me empolgar muito”, disse.
 
Questionado se valerá a pena cumprir punições de grid para ter os novos motores, o australiano ficou em dúvida.
 
“Vai depender muito de quanta potência a mais vamos ter. Pelo que eu ouvi, não vai ser tanto assim, então vai depender muito da situação”, falou.
Daniel Ricciardo não espera muito da atualização dos motores Renault (Foto: AP)
Chefe do time, Christian Horner não conseguiu cravar se a Renault vai mesmo conseguir fechar a atualização do motor até a prova em Austin.
 
“Eu estou meio no escuro, não sei bem quando vai acontecer. Não será em Sochi, certamente”, afirmou.
 
A Red Bull sofre bastante na temporada 2015 com as limitações do motor Renault. Os austríacos estão apenas em quarto no Mundial de Construtores com 139 pontos.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube