Ricciardo relaciona acidente na Austrália a desgaste por compromissos midiáticos: “Mudarei isso no ano que vem”

Depois de uma semana lotada de coletivas de imprensa e eventos com patrocinadores, Daniel Ricciardo fez uma corrida ruim na Austrália e abandonou após 31 voltas. Assim, o piloto da casa relacionou o desgaste fora da pista com o esforço que não foi suficiente dentro dela

A estreia de Daniel Ricciardo pela Renault foi desastrosa. Ele perdeu a asa dianteira na largada do GP da Austrália e abandonou a prova com 31 voltas, frustrando o público de Melbourne, que aguardava por uma grande exibição do ídolo local.

E é importante citar esta questão de idolatria: porque, por isso, Ricciardo teve uma semana sem descansos, recheada de compromissos como coletivas de imprensa, eventos com fãs e com patrocinadores. Desta forma, ele revelou que está bastante desgastado por conta de tudo que teve que fazer fora das pistas – e assim, graças ao resultado ruim na corrida, afirmou que pretende mudar a rotina pré-GP 'em casa' na edição de 2020.

"Desanimado. Sinto que é difícil conseguir as coisas aqui", disse o australiano em entrevista à 'Fox Sports Australia'. "Estou desgastado, tentando agradar todo mundo durante a semana e não cuidando de mim. Então, mudarei isso no ano que vem", comentou.
Daniel Ricciardo (Foto: Renault)

Ricciardo explicou o incidente com Sergio Pérez. Segundo ele, tudo aconteceu muito rápido e não houve preocupação na hora que o carro foi para a grama, imaginando que ainda poderia retornar e disputar a posição com o mexicano da Racing Point na primeira curva.

"A largada do Sergio não foi boa. Eu tinha espaço, mas tudo aconteceu muito rápido. Eu me movi, ele também, mas seguiu reto e em seguida eu estava na grama. Você nunca sabe pra onde ele vai, porque ele ainda está na frente e você tenta seguir a reação inicial dele, e foi ali que coloquei minha roda na grama", detalhou.

"Quando fui pra grama, não estava preocupado, achei que dava pra passar e senti que tinha condições de ficar lado a lado, mas a vala estava ali e foi isso que aconteceu", completou.

Daniel Ricciardo (Foto: Renault)

Ele também falou da decepção em danificar a Renault com poucos segundos de corrida, muito por conta de todo o esforço colocado na equipe para a prova, que acabou não sendo suficiente para Ricciardo se desempenhar bem.

 
"Eu sinto que fui bem azarado. Coloquei as duas rodas na grama e em seguida apareceu uma lombada, o que acredito que não existe em outros circuitos", declarou "As coisas são como são, é duro. Sinto que essa semana foi complicada porque sempre estamos nos esforçando e você não faz o suficicente, mas sinto que fizemos mais que o bastante", concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube