Ricciardo se diz nocauteado depois da punição e revela cautela sobre recurso: “Vamos ver o que acontece”

Daniel Ricciardo não escondeu a tristeza com a punição recebida neste domingo (16) e que o tirou do pódio na Austrália. O piloto da Red Bull se disse nocauteado

Ricciardo foi ao pódio em casa (Foto: Getty Images)

"Eu me sinto nocauteado". Assim Daniel Ricciardo definiu seus sentimentos quanto à desclassificação no GP da Austrália, neste domingo (16). Depois de uma prova consistente diante de sua torcida, o piloto da Red Bull alcançou o pódio pela primeira vez na F1 com o segundo lugar, mas viu o sucesso ir por água abaixo depois da decisão dos comissários de prova, que o penalizaram devido uma irregularidade com o fluxo de combustível de seu RB10.

Após a verificação técnica, a FIA puniu o australiano por “exceder consistentemente” o limite de fluxo de combustível de 100 kg/h. Os atuais campeões ainda alegaram que o fluxômetro não funcionou como deveria, justificativa que não foi aceita pelos comissários. O time comandado por Christian Horner decidiu então recorrer da punição.

"Eu me sinto, obviamente, muito bem pelo que fiz ontem. Isso não muda muito. Mas, por outro lado, seria bom obter os 18 pontos. Eu estava no pódio e foi uma sensação incrível", afirmou Ricciardo à imprensa de seu país, nesta segunda-feira.

Questionado sobre a apelação da Red Bull, Daniel preferiu a cautela. "Vamos ver o que acontece. Não estou realmente preparado para falar sobre isso agora", acrescentou. O fluxo do combustível é medido por um sensor sancionado pela FIA.

 

De acordo com os comissários, a escuderia dos energéticos usou um equipamento diferente no sábado e ignorou as instruções para alterá-lo. O time, de outro lado, afirmou que o sensor apresentou falhas durante todo o fim de semana australiano.

O chefe da Red Bull afirmou que o incidente não foi culpa de Ricciardo ou da equipe. "Não foi culpa de Daniel e não acredito que o time também tenha culpa", disse Horner. "Nós estávamos dentro das regras. Estou muito desapontado e surpreso. Espero que, por meio do processo de apelação, fique claro que o carro estava dentro do regulamento", afirmou.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube