Ricciardo vê “pressão do cara mais novo” e compara Ferrari com Red Bull de 2014

Daniel Ricciardo comentou a atual dupla da Ferrari. Vendo Charles Leclerc desempenhando bem em sua estreia pelo time, o australiano comparou a situação da equipe com o que passou pela Red Bull em 2014

Daniel Ricciardo deu seu ponto de vista sobre a atual dupla de pilotos da Ferrari. O australiano fez uma comparação com o que viveu na Red Bull em 2014, quando um piloto jovem pressionou o mais velho.
 
O # chegou ao time das bebidas energéticas em 2014, após Sebastian Vettel ter conquistado quatro títulos consecutivos. Naquele ano, entretanto, acabou dando uma canseira no alemão, terminando à frente do tetra na classificação.
 
Em 2019, então, Charles Leclerc desembarcou na Ferrari para ser companheiro do #5. Apesar do jovem ter uma pole-position a mais, Vettel ainda aparece com uma vantagem de 24 pontos no Mundial de Pilotos.

Sebastian Vettel e Charles Leclerc (Foto: Ferrari)

“Há algumas similaridades, o cara jovem vindo para dificultar as coisas para o cara mais velho’, comentou Ricciardo. Vimos um pouco disso agora com Charles. Provavelmente tem que perguntar para Seb, mas tenho certeza que já algumas semelhanças, e um pouco de pressão do mais novo”, seguiu.
 

“Ainda acho que Seb é forte o suficiente para ser capaz de superar isso caso seja o caso. Se tiver um bom momento, poderemos vê-lo recuperar sua forma. Mas também Charles é jovem e ainda vai melhorar, então acho que Charles vai estar no topo por muitos anos”, continuou.
 
“Resta a Seb lidar com isso. Provavelmente o quanto quiser gastar tempo. Caso siga motivado e focado, tem o talento de ficar por mais alguns anos. Mas isso é com ele”, encerrou.
 

Paddockast #28
INTERROGANDO Flavio Gomes: O Boto do Reno

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube