Grosjean avisa que vai aceitar teste de despedida da F1 na Mercedes: “Irrecusável”

A Mercedes ofereceu um teste de despedida para Romain Grosjean após o grave acidente no Bahrein. O francês revelou que vai ligar para Toto Wolff no futuro para analisar a possibilidade

O grave acidente no GP do Bahrein de 2020 não foi a despedida ideal da carreira de Romain Grosjean na Fórmula 1. A comoção pela batida impressionante fez a Mercedes sugerir um teste de despedida ao piloto francês.

Agora na Dale Coyne, pela Indy, Grosjean comentou que, além de mirar uma participação como substituto na Fórmula 1, também vai ligar para Toto Wolff, chefe de equipe da Mercedes, mirando a oportunidade de um teste.

“É uma oferta irrecusável. Neste momento, acho que estão aperfeiçoando o novo carro para a nova temporada, então, não vou ligar para Toto agora, mas ele pode esperar um telefonema eventualmente, e eu pedindo para testar”, comentou o piloto na coletiva de anúncio de sua ida para os Estados Unidos.

Romain Grosjean nos tempos de Haas (Foto: Haas)

Em dezembro, Wolff afirmou que esperaria possíveis propostas de Haas e Renault, equipes que Grosjean defendeu na Fórmula 1, antes de oferecer o teste ao piloto francês.

“Se tivermos permissão e nenhuma equipe pela qual ele já correu oferecer essa oportunidade, nós vamos fazer isso”, disse Wolff.

Grosjean sofreu um acidente na primeira volta do GP do Bahrein. O carro se partiu em dois e explodiu. Apesar de ficar 28 segundos sob chamas, Romain conseguiu escapar apenas com queimaduras nas mãos, que o impediram de participar das duas corridas finais de seu contrato com a Haas, substituído pelo brasileiro Pietro Fittipaldi.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube