Rosberg defende “forma eficiente” de controlar combustível e recorda: “Lembro do meu pai fazendo isso”

Nico Rosberg defendeu o 'lift and coast' como forma de gerenciar combustível. Muito criticado e cada vez mais popular desde a implantação de novas regras no ano passado, a fórmula é antiga, como o alemão lembrou

O método 'lift and coast' usado pelos pilotos para poupar combustível tem sido cada vez mais comum na F1 e a impressão é que se trata de algo mais recente na categoria. Mas Nico Rosberg lembrou que há muito tempo o criticado método de poupar combustível já é usado.
 
Rosberg recordou que desde os tempos de seu pai, Keke, os pilotos já se utilizavam o formato que foi popularizado desde o ano passado por conta das novas regras.
 
"O artifício do 'lift and coast' é a forma mais eficiente de poupar energia. Era feito nos anos 1980. Eu lembro do meu pai fazendo isso quando corria com Alain Prost na McLaren, eles tinham de poupar energia porque todo mundo estava ficando sem durante as corridas. Então nada mudou desde então, apenas se tornou mais profissional, mais apurado e mais detalhado", disse.
Nico Rosberg andou o tempo todo em segundo no GP do Canadá (Foto: AP)
"Ainda que você esteja fazendo o 'lift and coast', ainda está no limite total do carro. É um estilo diferente de guiar, mas mesmo assim é muito desafiador. Você ainda força ao máximo", avaliou.
 
Fernando Alonso, que se negou em poupar combustível no Canadá, ainda explicou que há vários fatores que precisam ser considerados antes do piloto saber o quanto de combustível precisa poupar.
 
"Ainda há outras implicações em poupar combustível. O estado da carga da bateria em dado momento da corrida, o quanto você gasta do sistema MGU-K (antigo kers) nas retas. Os pilotos têm oito ou dez tarefas diferentes num final de semana, e há uma variável de entre 4s e 5s dependendo de em qual sessão você está. Essa é a dificuldade. Mas somos pilotos profissionais", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube