F1

Rosberg mantém domínio, bate Hamilton com folga e comanda terceiro treino livre do GP da Espanha

Nico Rosberg sobrou e liderou com tranquilidade o último treino livre do GP da Espanha de F1. Contudo, o alemão enfrentou problemas no fim da sessão, com seu motor entrando em modo de segurança. Novamente, Felipe Massa teve uma participação discreta, assim como Felipe Nasr, que terminou em 19º
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Nico Rosberg em Barcelona (Foto: Getty Images)

Desta vez, não houve a mescla entre Mercedes e Ferrari nas primeiras colocações. O time alemão comandou o terceiro treino livre do GP da Espanha de F1, na manhã deste sábado (14), em Barcelona. Sem adversários, Nico Rosberg repetiu a liderança da tarde de sexta-feira e anotou o melhor tempo do fim de semana até o momento: 1min23s078, usando pneus macios. Mas, no fim da sessão, o alemão enfrentou um problema no seu motor, que entrou em modo de segurança, o que impediu o líder do campeonato de melhorar ainda mais sua marca em Barcelona.

Lewis Hamilton terminou apenas em segundo. A diferença em relação a Rosberg foi de 0s126. Lewis poderia ter sido melhor se não tivesse perdido tempo na volta final em sua última tentativa usando pneus macios novos, nos minutos finais da sessão. Mais uma vez, Rosberg acabou batendo o rival e companheiro de equipe.

Sebastian Vettel chegou a fazer uma grande volta no fim do treino e ficou muito perto das Mercedes. O alemão cravou 1min23s225 e ficou em terceiro, apenas 0s147 atrás do tempo de Rosberg. Em seguida vieram as Red Bull de Max Verstappen, que já começa a mostrar serviço ao bater Daniel Ricciardo no terceiro treino livre. Felipe Massa foi o 12º colocado, apenas, enquanto o xará Felipe Nasr foi o 19º.
Nico Rosberg liderou o terceiro e último treino livre da F1 em Barcelona (Foto: Getty Images)
Saiba como foi o terceiro treino livre do GP da Espanha de F1


O sábado em Barcelona teve início com Felipe Nasr marcando o primeiro tempo do dia. Em busca de uma improvável melhora de uma Sauber sem atualizações, o brasileiro anotou 1min27s137 em sua primeira volta rápida usando pneus médios. Em seguida, foi a vez do seu companheiro de equipe, Marcus Ericsson, também registrar volta, 0s094 mais lento que o brasileiro. Contudo, a maior parte dos pilotos fez uso dos pneus médios para a realização das primeiras voltas de instalação e verificação dos carros.

Levou algum tempo para o treino esquentar. Ainda sem a presença dos carros mais rápidos do grid, Pérez havia assumido a liderança com 1min25s832, superando seu companheiro de Force India, Nico Hülkenberg. Até que Daniil Kvyat, um dos centros das atenções do fim de semana na Espanha, bateu o alemão para ocupar momentaneamente o segundo lugar.

Dentre os pilotos com carro mais competitivo, Räikkönen foi o primeiro a fazer volta rápida nesta manhã em Barcelona. O 'Homem de Gelo' cravou 1min24s916, fazendo a então melhor parcial nos três setores da pista. A surpresa era a presença de Esteban Gutiérrez, que colocou a Haas com pneus macios na pista e anotou 1min25s464. Mas ainda era apenas o começo dos trabalhos em Montmeló. 
Lewis Hamilton bem que tentou, mas não conseguiu bater Rosberg nesta manhã em Barcelona (Foto: Getty Images)
Mas durou pouco, muito pouco a liderança de Kimi em Barcelona. Com o melhor tempo do fim de semana até então, Nico Rosberg voltou a colocar a Mercedes no topo ao anotar 1min23s078 com pneus macios, tempo 1s109 mais rápido que a Ferrari de Sebastian Vettel, que seguia na pista usando pneus médios. A marca de Rosberg era 0s8 melhor que o estabelecido pelo próprio alemão na tarde de sexta-feira. Momentaneamente, Fernando Alonso, usando os macios, subia para terceiro.

Na sequência, foi a vez de Lewis Hamilton colocar seu #44 prateado na pista. Assim como Rosberg, o tricampeão vinha com pneus macios, mas, em sua primeira volta rápida, ficou longe do tempo do rival e passou só em segundo, 0s407 atrás de Nico. Vettel seguia em terceiro, à frente de Alonso e de Valtteri Bottas. Felipe Massa, em sua primeira volta rápida no dia, cravou o sétimo tempo: 1min24s951. E com o encerramento da primeira hora, Nasr vinha em 11º dentre os 18 pilotos que tinham voltas cronometradas.

Em seguida, era a vez de Max Verstappen aparecer para colocar a Red Bull no rol dos cinco primeiros, superando as Williams, mas ficando atrás da surpreendente McLaren de Alonso. Assim, Massa havia caído para oitavo lutar, enquanto Nasr ocupava o 13º posto.
Sebastian Vettel fez grande volta no fim da sessão desta manhã na Catalunha (Foto: Getty Images)
Depois de um breve período de silêncio na pista, Rosberg deixou os boxes usando pneus macios novos. Mas antes mesmo de abrir volta rápida, o alemão foi chamado para voltar à base depois de relatar via rádio um problema no seu carro, com o motor entrando em modo de segurança. Assim, Hamilton tinha a pista praticamente livre para abrir sua volta rápida final usando os macios novos e ter toda a chance de superar o rival e companheiro de equipe.

Hamilton chegou a fazer a melhor parcial nos dois primeiros setores, mas acabou sofrendo com a falta de equilíbrio e foi mal no último trecho da pista. Lewis melhorou seu tempo, anotou 1min23s204, mas não o bastante para superar Rosberg, que se consolidou na liderança do último treino livre antes da classificação em Barcelona.

No fim da sessão, Max Verstappen fez grande volta e conseguiu se colocar à frente de Daniel Ricciardo, momentaneamente em terceiro lugar. Mas aí, Vettel fez uma volta brilhante e ficou muito próximo do tempo das Mercedes, exatos 0s147, colocando a Ferrari em terceiro, com a Red Bull vindo na sequência. Daniel Ricciardo ficou em quinto, seguido por Kimi Räikkönen e Valtteri Bottas. O top-10 foi fechado por Sergio Pérez, Daniil Kvyat e Fernando Alonso.
Felipe Massa teve uma manhã bem discreta neste sábado (Foto: Getty Images)
O fim da sessão foi marcado por um breve incidente entre Kevin Magnussen e Romain Grosjean, que reclamou da manobra do dinamarquês e disse que o oponente o jogou para a brita. Nos minutos finais, vários pilotos melhoraram suas marcas, de modo que Felipe Nasr e Marcus Ericsson perderam muitas posições. O brasileiro terminou em 19º, logo à frente do seu companheiro de equipe. Já Felipe Massa foi apenas o 12º.

F1, GP da Espanha, Barcelona, terceiro treino livre:

1 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES   1:23.078   15
2 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES   1:23.204 +0.126 11
3 5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI   1:23.225 +0.147 16
4 33 MAX VERSTAPPEN HOL RED BULL TAG HEUER   1:23.719 +0.641 10
5 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL TAG HEUER   1:23.816 +0.738 9
6 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI   1:24.110 +1.032 13
7 77 VALTTERI BOTTAS FIN WILLIAMS MERCEDES   1:24.356 +1.278 14
8 11 SERGIO PEREZ MEX FORCE INDIA MERCEDES   1:24.472 +1.394 15
9 26 DANIIL KVYAT RUS TORO ROSSO FERRARI   1:24.553 +1.475 13
10 14 FERNANDO ALONSO ESP McLAREN HONDA   1:24.555 +1.477 13
11 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES   1:24.585 +1.507 15
12 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES   1:24.621 +1.543 15
13 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO FERRARI   1:24.695 +1.617 21
14 8 ROMAIN GROSJEAN FRA HAAS FERRARI   1:24.981 +1.903 13
15 22 JENSON BUTTON ING McLAREN HONDA   1:25.051 +1.973 13
16 20 KEVIN MAGNUSSEN DIN RENAULT   1:25.100 +2.022 12
17 21 ESTEBAN GUTIÉRREZ MEX HAAS FERRARI   1:25.130 +2.052 17
18 30 JOLYON PALMER ING RENAULT   1:25.376 +2.298 13
19 12 FELIPE NASR BRA SAUBER FERRARI   1:25.383 +2.305 22
20 9 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI   1:25.401 +2.323 24
21 94 PASCAL WEHRLEIN ALE MANOR MERCEDES   1:26.097 +3.019 13
22 88 RIO HARYANTO INA MANOR MERCEDES   1:26.251 +3.173 19
    TEMPO 107% TL3     1:28.893 +5.815  
                 
RECORDE RUBENS BARRICHELLO BRA BRAWN MERCEDES   1:19.954 09/05/2009  
MELHOR VOLTA KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI   1:21.670 27/04/2008  

O QUE ESTÁ POR TRÁS DO RECENTE NOTICIÁRIO SOBRE SCHUMACHER