Rosberg supera problemas e bate Hamilton em primeiro treino livre marcado por acidente de Maldonado na Bélgica

Nico Rosberg foi o mais rápido no treino que marcou o regresso da temporada 2015 do Mundial de F1. O alemão enfrentou problemas durante boa parte da sessão e só marcou seu melhor tempo no terço final, mas foi o suficiente para bater Lewis Hamilton. A manhã ficou marcada pelo acidente de Pastor Maldonado, que causou a única bandeira vermelha do treino

Enfim, a F1 está de volta! E com Nico Rosberg à frente de Lewis Hamilton. O alemão liderou a primeira sessão de treinos livres do GP da Bélgica, na manhã desta sexta-feira (21) no lendário circuito de Spa-Francorchamps. Rosberg teve de lidar com problemas de potência no motor do seu carro durante boa parte da sessão e só conseguiu completar uma boa volta no começo da meia hora final, mas foi o suficiente para cravar 1min51s082 e anotar a primeira posição, superando em 0s242 o companheiro de Mercedes

A sessão ficou marcada pelo acidente sofrido por Pastor Maldonado, que destruiu a sua Lotus Mercedes e causou a única bandeira vermelha do treino. Apesar da força da batida, o venezuelano saiu com tranquilidade do seu carro e voltou aos boxes sem maiores problemas e nenhuma lesão sofrida.

Destaque para o bom trabalho feito pela Red Bull de Daniel Ricciardo, vencedor do GP da Bélgica do ano passado. O australiano cravou 1min51s373 e terminou num ótimo terceiro lugar, à frente da dupla da Ferrari. Kimi Räikkönen, muito motivado depois de ter renovado com a escuderia de Maranello até o fim de 2016, ficou em quarto, enquanto Sebastian Vettel completou o rol dos cinco primeiros. Daniil Kvyat, parceiro de Ricciardo na Red Bull, foi o sexto, enquanto o jovem duo da Toro Rosso veio na sequência, com Max Verstappen e Carlos Sainz Jr., respectivamente sétimo e oitavo. Sergio Pérez fechou em nono, enquanto Valtteri Bottas completou o top-10.

Nico Rosberg foi o mais rápido do treino desta manhã em Spa-Francorchamps (Foto: AP)

Quanto aos brasileiros, Felipe Nasr teve um desempenho melhor em comparação ao xará Felipe Massa. Contando com a nova especificação de motor da Ferrari, o piloto da Sauber fechou a sessão em 13º lugar, 0s013 mais rápido que o compatriota, que completou em 14º. As McLaren não tiveram bom rendimento, com Fernando Alonso em 16º e Jenson Button em 18º, este só à frente dos carros da Manor Marussia de Will Stevens e Roberto Merhi.

Confira como foi o primeiro treino livre do GP da Bélgica de F1:

A manhã na bela região da Floresta de Ardennes começou com o ronco dos motores dos carros da F1 rasgando o icônico circuito de Spa-Francorchamps. No seu regresso à pista, equipes e pilotos buscaram ocupar os primeiros minutos para as costumeiras voltas de instalação para checagem das condições dos carros e da pista e também testes aerodinâmicos.

Depois de um breve período de silêncio na pista — quando as equipes aproveitaram para fazer os primeiros ajustes nos carros —, Carlos Sainz Jr., da promissora Toro Rosso, deixou os boxes para acelerar em Spa-Francorchamps. O espanhol foi o primeiro dos 20 pilotos da sessão a abrir volta rápida, usando os pneus médios (brancos) fornecidos pela Pirelli. Sainz foi seguido pelo parceiro Max Verstappen, Will Stevens e Pastor Maldonado. O primeiro tempo do fim de semana foi estabelecido em 1min54s645.

Na sequência, vários pilotos deixaram os boxes para acelerar em Spa-Francorchamps. Com um logo comemorativo em alusão aos 900 GPs que a Ferrari completa na Bélgica, Vettel foi o primeiro dentre os pilotos de ponta a abrir sua volta rápida na sexta-feira. Em seguida, foi a vez de Hamilton mostrar porque já começa o fim de semana como grande favorito à vitória em Spa ao anotar 1min52s192 em seu primeiro giro, subindo logo para o primeiro lugar.

Quem mostrou bom trabalho nos minutos iniciais do treino foi Felipe Nasr, o aniversariante do dia. Tirando proveito da última especificação do motor Ferrari, o brasileiro, que espera ganhar cerca de 0s4 no fim de semana, fez sua primeira volta em 1min53s983. Por outro lado, o xará Felipe Massa reclamou via rádio de que seu motor Mercedes não estava entregando potência suficiente. Não à toa, a primeira volta do veterano ficou apenas em 2min05s681.

Sem ainda abrir volta rápida, Rosberg seguia nos boxes para que a Mercedes pudesse trabalhar para corrigir uma falha apresentada em pista. Por isso, Lewis seguia soberano na ponta com o tempo de 1min51s993. Daniel Ricciardo vinha em segundo lugar, com Nasr fechando o top-3 provisório, superando Sebastian Vettel, então quarto colocado.

Se a atualização do motor Ferrari fez efeito no desempenho da Sauber, não deu para dizer o mesmo em relação às unidades de força da Honda, uma vez que, na primeira meia hora da sessão, tanto Fernando Alonso como Jenson Button permaneceram nas últimas posições, à frente apenas dos carros da Manor Marussia. Enquanto isso, lá na frente, Hamilton sobrava e marcava um belo tempo: 1min51s340 depois de aferir 309,2 km/h na reta que antecede a curva Les Combes.

A primeira meia hora de sessão fechou com Hamilton em primeiro, seguido por Ricciardo e Daniil Kvyat, a dupla da Red Bull. Nasr completou em quarto, seguido por Kimi Räikkönen e Nico Hülkenberg. Vettel aparecia apenas em sétimo, enquanto Verstappen vinha em oitavo. Sergio Pérez e Massa completavam os dez primeiros. Após o primeiro terço de treino, os pilotos tiveram de entregar o jogo de pneus médios extra cedidos pela Pirelli.

Restando 49 minutos para o fim da sessão, finalmente o silêncio foi quebrado quando Pastor Maldonado ganhou a Eau Rouge com seu Lotus Mercedes #13 sob os olhares de Romain Grosjean, que teve de ceder seu carro mais uma vez ao reserva Jolyon Palmer nesta manhã. O venezuelano pulou logo para quarto colocado, ganhando a posição de Nasr. Enquanto isso, nos boxes da McLaren, a harmonia reinava, com Button e Alonso desfrutando do trabalho em conjunto na Bélgica.

Aí foi a vez de Räikkönen, empolgado com o novo contrato com a Ferrari, fazer uma ótima volta e subir para segundo com 1min51s478, apenas 0s138 atrás de Hamilton. Enquanto isso, finalmente Rosberg deixava os boxes para cumprir suas primeiras voltas rápidas em Spa-Francorchamps. Nico vinha rápido, mas acabou cometendo um erro e passou reto pela Les Combes, perdendo tempo.

Maldonado cometeu um erro e bateu forte no primeiro treino livre do GP da Bélgica (Foto: Reprodução)

Quem também cometeu um erro daqueles foi Maldonado, que perdeu o controle do seu E23, saiu de traseira e bateu forte na barreira de pneus na saída da curva Malmédy. O incidente levou a direção de prova a acionar a bandeira vermelha para retirar os detritos da pista. Mas o venezuelano, que ocupava o sexto lugar antes da batida, saiu do carro sem maiores problemas.

A bandeira verde foi acionada em Spa quando restavam 31 minutos para o fim da sessão. E Rosberg, ávido por quilometragem, foi o primeiro a deixar os boxes, mas seguido por muitos pilotos para o terço final do treino matutino. E na sua primeira verdadeira volta rápida, Nico anotou 1min51s200, conseguiu bater a marca de Hamilton em 0s140 e assumiu a liderança em Spa-Francorchamps para depois melhorar ainda mais: 1min51s082. A Red Bull mantinha a boa forma, com Ricciardo em terceiro e Kvyat em sexto. Entre os carros taurinos aparecia a dupla da Ferrari, com Räikkönen à frente de Vettel.

Na fase final da sessão, os pilotos se dedicaram a realizar stints procurando avaliar o ritmo dos respectivos carros em configuração de corrida e com pneus médios. Portanto, não houve mudanças significativas na tabela de tempos, o que sacramentou a liderança de Rosberg, com Hamilton em segundo e Ricciardo em terceiro. Räikkönen ficou em quarto, à frente de Vettel e Kvyat. A dupla da Toro Rosso apareceu na sequência, com Max Verstappen e Carlos Sainz. Sergio Pérez concluiu em nono, e Bottas, com um bom tempo no fim, finalizou a lista dos dez primeiros.

F1, GP da Bélgica, Spa-Francorchamps, treino livre 1:

1 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:51.082   19
2 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES 1:51.324 +0.242 23
3 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:51.373 +0.291 18
4 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:51.478 +0.396 23
5 5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI 1:51.866 +0.784 20
6 26 DANIIL KVYAT RUS RED BULL RENAULT 1:51.960 +0.878 18
7 33 MAX VERSTAPPEN HOL TORO ROSSO RENAULT 1:52.158 +1.076 27
8 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO RENAULT 1:52.421 +1.339 26
9 11 SERGIO PÉREZ MEX FORCE INDIA MERCEDES 1:52.423 +1.341 20
10 77 VALTTERI BOTTAS FIN WILLIAMS MERCEDES 1:52.511 +1.429 18
11 13 PASTOR MALDONADO VEN LOTUS MERCEDES 1:52.539 +1.457 14
12 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:52.614 +1.532 19
13 12 FELIPE NASR BRA SAUBER FERRARI 1:52.640 +1.558 16
14 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:52.653 +1.571 21
15 9 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI 1:53.426 +2.344 15
16 14 FERNANDO ALONSO ESP McLAREN HONDA 1:53.502 +2.420 15
17 30 JOLYON PALMER ING LOTUS MERCEDES 1:53.799 +2.717 23
18 22 JENSON BUTTON ING McLAREN HONDA 1:54.225 +3.143 14
19 28 WILL STEVENS ING MANOR MARUSSIA FERRARI 1:55.501 +4.419 15
20 98 ROBERTO MERHI ESP MANOR MARUSSIA FERRARI 1:56.086 +5.004 17
    TEMPO 107% TL1   1:58.858 +7.776  
               
RECORDE JARNO TRULLI ITA TOYOTA 1:44.503 29/08/2009  
MELHOR VOLTA SEBASTIAN VETTEL ALE RED BULL RENAULT 1:47.263 30/08/2009  
               
    Condições do tempo   SOL ar: 18-20ºC | pista: 21-28ºC  

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube