Russell relata ódio de fãs de Kubica em redes sociais: “Machuca um pouco”

Fãs poloneses, defendendo Robert Kubica, incomodam George Russell nas redes sociais. O britânico diz receber alto número de mensagens em tom odioso, consequência da disputa interna entre os pilotos da Williams

Robert Kubica causa, indiretamente, problemas para George Russell nas redes sociais. De acordo com o piloto britânico, fãs poloneses transformaram em hábito o envio de mensagens em tom odioso. A situação incomoda Russell, que vê mensagens de apoio dissipadas em meio aos comentários negativos.
 
“É algo que machuca um pouco, porque 50% dos comentários nos meus posts são ódio de fãs poloneses, enquanto os outros 50% são apoio completo para mim”, contou Russell. “Digo, eu só me importo mesmo com a visão interna que a Williams tem de mim, que a Mercedes tem de mim. Só que você também quer ser respeitado pelo pessoal de fora. Não encontrei alguém que tenha me desrespeitado ou sido odioso e que não seja da Polônia. Espero um dia ter fãs tão apaixonados quanto os deles [Kubica]”, seguiu.
 
Russell virou, ao longo de 2019, uma pedra no sapato de Kubica. O britânico se classificou em melhor posição em 11 de 12 oportunidades, terminando também dez de 12 provas na frente. A situação, entretanto, não fica refletida na classificação – Robert pontuou no GP da Alemanha, onde foi décimo, enquanto George segue zerado.
George Russell é alvo de mensagens negativas em redes sociais (Foto: Williams)

Russell ainda tem críticas ao trabalho feito ao longo do primeiro semestre, acreditando que ficou devendo em algumas situações. Mesmo assim, o britânico fica feliz com a trajetória em 2019.

 
“Eu fiz um trabalho muito bom em algumas situações, e não tão bom em outras. Só que não mudaria essas coisas, de jeito nenhum. Você aprende com essas situações ruins. Algumas pessoas me perguntaram se, sabendo o que sei agora, eu mudaria algo que aconteceu nessas primeiras corridas. Não mudaria nada porque você precisa dessas experiências para melhorar como pessoa na vida, assim como piloto”, encerrou. 
 
A próxima etapa da F1 é apenas em 1º de setembro, dentro de duas semanas. Trata-se do GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar