F1

Sainz “cumpre objetivo” com sexto lugar na França. E Norris diz que 9° foi decepção

A McLaren teve um bom dia na França neste domingo (23), com o melhor resultado da 'F1 B': o sexto lugar de Carlos Sainz Jr. Para Lando Norris, porém, a corrida teve um pouco de decepção: no final, um problema no carro lhe fez cair para 10° (mas, por punição a Daniel Ricciardo, foi nono)

Grande Prêmio / FELIPE NORONHA, de São Paulo
A líder da 'F1 B' no treino de classificação para o GP da França? A McLaren. E, na corrida, a equipe laranja conseguiu manter a posição, mesmo que com piloto diferente: se Lando Norris largou em quinto, Carlos Sainz Jr. acabou como o "melhor do resto" neste domingo (23), com a sexta colocação em Paul Ricard.

Desta forma, o sentimento foi diferente para espanhol e britânico. Se um comemorou muito o resultado, o outro teve o que lamentar, pois sentiu que podia ter ido além do nono lugar com que ficou ao final do GP.

"Não tive muitas dificuldades, na verdade. Passei Lando e quase passei Max (Verstappen), mas o objetivo era ganhar uma poisção e conseguimos isso", declarou Sainz.

"O resto da corrida foi muito controlado. O ritmo que a equipe me pedia eu tentei manter até o final com só uma parada. Foi uma sexto lugar relativamente fácil e cômodo", seguiu o espanhol.
Lando Norris (Foto: McLaren)
Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?



Se a corrida de Sainz foi tranquila, a de Norris teve emoção, mesmo que na volta derradeira: após andar toda a prova em sétimo, problemas no carro fizeram com que ele perdesse a melhor batalha do dia, contra Daniel Ricciardo, Kimi Räikkönen e Nico Hülkenberg, caindo para 10°.

Horas depois, porém, ele subiu para nono: Daniel Ricciardo levou duas puniçoes de 5s por ter ultrapassado por fora do traçado, e caiu para 11°; Norris avançou um posto.

"A corrida foi emocionante até o final e acho que tanto eu como Carlos tivemos um bom ritmo. Ele me passou na largada, trocamos posições. Tudo estava bem até faltar 20 voltas para o final, quando tive um problema que complicou minha continuidade", contou.

"O carro ficou sem ritmo e muito difícil de conduzir, por isso estou decepcionado. Mas, veja, estar decepcionado por só ter conseguido um ponto (na verdade, dois, após a punição ao rival da Renault) é algo bom para a McLaren", completou Norris. 

Ele foi a 14 pontos, em 12° - mas Sainz, por sua vez, é o líder "do resto": com 26 pontos, aparece em sétimo. E a McLaren é a quarta no Mundial de Construtores, com 40 pontos, à frente da Renault, quinta.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.