Sainz diz que pilotos tinham ordem de “não espalhar pânico” antes de GP da Austrália

Antes da decisão pelo cancelamento do GP da Austrália, os pilotos foram orientados a evitar o assunto coronavírus com os jornalistas nas atividades pré-corrida, contou Carlos Sainz

A McLaren foi a primeira equipe a se retirar do GP da Austrália, no final de março, antes de seu cancelamento oficial por parte da FIA, em razão da pandemia do coronavírus. Mas, antes do anúncio, os pilotos passaram pelos procedimentos normais – e isso incluiu as entrevistas tradicionalmente concedidas de quinta-feira, por exemplo.

E Carlos Sainz explicou que o tom das conversas já era diferente neste momento, apesar da prova ter sido cancelada apenas na sexta-feira, pouco antes do horário marcado para o primeiro treino livre em Melbourne.

Carlos Sainz (Foto: McLaren)
Paddockast #55
Um bate-papo com… RUBENS BARRICHELLO

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

"Foi tudo muito estranho, porque na quinta estávamos com a imprensa, todos a dois metros de distância, mas o ambiente estaba tenso. Os jornalistas perguntando a todo momento por que estávamos ali e se iriam suspender o GP ou não. E nós pilotos tínhamos a ordem de não espalhar pânico e dizer que estava tudo bem, como se não fosse nada, mas logo em seguida veio a notícia do membro da nossa equipe (infectado pelo coronavírus)", contou o espanhol. 

"Então eu e Lando [Norris] nos olhamos e dizemos 'é, parece que não vai ter corrida'. Para voltar para casa não tivemos problemas, porque não tivemos contato com o membro da equipe infectado, então a equipe nos disse que poderíamos ir embora. Depois, nos colocamos em quarentena voluntária", completou.

A Fórmula 1 anunciou o cancelamento da prova após Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen também deixarem a Austrália, com a maioria das equipes votando a favor de encerrar as atividades no Albert Park. Após aquele final de semana, a categoria também já adiou os GPs do Vietnã, Bahrein, Azerbaijão, Holanda e Espanha, além de cancelar os de Mônaco e China.

No momento, a categoria esperar retomar as atividades no final de semana de 14 de junho, para quando o GP do Canadá está marcado. 

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:

☞ Evite aglomerações – se possível, não saia de casa.

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

assine agora