F1

Sainz vê erro em punição a Vettel, mas defende comissários: “Estão fazendo seu trabalho”

Carlos Sainz Jr foi outro piloto que ficou ao lado de Sebastian Vettel no caso do Canadá. O espanhol afirmou que não viu necessidade em punir o alemão no incidente com Lewis Hamilton, mas também defendeu os comissários, ressaltando que apenas estavam fazendo seu trabalho

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Carlos Sainz Jr foi um dos tantos pilotos que resolveu dar seu pitaco sobre a punição que Sebastian Vettel tomou no Canadá. Apesar de reconhecer que existem regras, o espanhol afirmou que penalizar o alemão foi muito duro.
 
Durante a prova em Montreal, o titular da Ferrari acabou escapando na volta 48 nas curvas 3 e 4. No momento em que retornou para a pista, perdeu o controle de seu carro, mas a FIA avaliou a manobra como perigosa, acrescentando 5s em seu tempo final de corrida, fazendo-o perder a vitória, que ficou com Lewis Hamilton.
 
Após a disputa, o #5 demonstrou toda sua insatisfação com a situação, se recusando a parar seu carro no segundo lugar do parque fechado. Ainda, trocou as placas de primeiros e segundo, deixando a do número 2 na frente do carro do adversário inglês.
Lewis Hamilton e Sebastian Vettel (Foto: Mercedes)
Pois bem, o piloto da McLaren afirmou que Vettel não merecia ter recebido a punição, ainda mais por não ter apresentado perigo ao #44. “Como qualquer outro fã de F1, fiquei decepcionado com a penalização. Primeiro de tudo acho que qualquer piloto teria feito exatamente a mesma coisa que Seb”, disse.
 
“Apenas voltaríamos para a pista e tentaríamos manter a primeira posição, independente de onde o outro carro está na pista. Foi perigoso? Potencialmente. Mas o que não é perigoso na F1? Sempre há um pouco de perigo, você sempre está próximo dos muros e não acho que em nenhum momento Lewis esteve ameaçado de sofrer um grande acidente”, seguiu.
 
Sainz aproveitou também para falar sobre as duras críticas que os comissários têm recebido. “Não acho que tinha alguma razão para dar uma punição, mas existem as regras e os comissários a aplicaram, então também não entendo as críticas que os fiscais estão recebendo nas últimas semanas, pois apenas estão tentando fazer seu trabalho”, ressaltou.
 
“Eles têm uma regra que precisam interpretar e aplicar, e foi o que fizeram. Então, não é culpa de Seb, não é culpa de Lewis também, é apena a regra que não deveria estar lá, é muito drástica e preto no branco”, encerrou.
 

 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.