Sainz vê pódios como “bom sinal” em ano de adaptação à Ferrari: “Não estou 100%”

Espanhol relaciona acidentes à dificuldade de adaptação ao carro da Ferrari, mas vê quatro pódios da equipe no ano como um sinal animador para o futuro

Apesar de estar na primeira temporada pela Ferrari, Carlos Sainz já soma 112,5 pontos no campeonato, o que o deixa à frente de seu companheiro de equipe, Charles Leclerc, desde o início de 2019 na equipe e integrante da Academia de Pilotos da Ferrari desde 2016. Ainda assim, o espanhol não se sente totalmente confortável no cockpit.

“Acho que vocês puderam perceber que ainda não estou 100% confortável no carro”, admitiu. “Não quero relembrar as batidas, mas nunca havia batido na minha carreira. Sou um piloto que nunca atinge a parede, mas por alguma razão, houveram alguns incidentes que mostraram que ainda não entendo o carro 100%”, disse.

As batidas a que Sainz se refere já aconteceram algumas vezes na temporada – como nos treinos livres em Itália e Holanda, além da classificação na Hungria – impedindo que o espanhol tivesse um desempenho ainda melhor.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

CARLOS SAINZ; MONZA; TREINO LIVRE 2; GP DA ITÁLIA;
Carlos Sainz bateu no TL2 de Monza, na Variante Ascari (Foto: Fórmula 1/Twitter)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

No entanto, o piloto preferiu valorizar o rendimento da equipe, que já conquistou quatro pódios na temporada, três com ele e outro com Leclerc. Na Rússia, por exemplo, Sainz conquistou a segunda posição na classificação, conseguiu liderar a primeira parte da corrida e terminou em terceiro, acertando no momento de trocar os pneus slicks por intermediários.

“Me esforcei para não pular etapas (em Sóchi) com os treinos, depois a classificação, e ser rápido quando eu realmente preciso ser rápido, e não no TL1. Aproveitamos as oportunidades para conseguir três pódios”, lembrou. “Apenas maximizamos as oportunidades que tivemos. É um bom sinal, sinal que o time, sob pressão e nos momentos certos, tem um bom desempenho. Estamos conseguindo os resultados sempre que as chances aparecem”, encerrou.

Com os 112,5 pontos de Sainz e outros 104 somados por Leclerc, a Ferrari atualmente ocupa a quarta posição entre os Construtores, com 216,5 pontos. A briga da escuderia de Maranello é pelo terceiro lugar da tabela, ocupado pela McLaren, que possui 234 tentos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar