Satisfeito com ritmo da Ferrari, Alonso diz que equipe sabe que precisa melhorar por título no Brasil

Segundo colocado no GP da Índia, o piloto da Ferrari espera diminuir a vantagem de Sebastian Vettel no campeonato até a última prova. Com 13 pontos a menos, mas com 75 em disputa, ele diz que é uma boa notícia ver o F2012 no mesmo ritmo dos taurinos durante a prova

Fernando Alonso fez um grande esforço durante o GP da Índia, realizado neste domingo (28), para não deixar Sebastian Vettel abrir larga vantagem, conseguiu ultrapassar Mark Webber nas voltas finais, muito graças ao problema no Kers do carro do australiano, e terminou na segunda colocação. Com isso, a desvantagem aumentou para apenas 13 pontos faltando três provas para o final do campeonato.

E mesmo vendo a Red Bull voando na pista nas últimas etapas, o espanhol não desanima e mostra confiança para as provas finais da temporada – Abu Dhabi, Estados Unidos e Brasil. “Nada mudou em uma corrida. Há 75 pontos [em disputa], estamos 13 atrás e sabemos o que precisamos melhorar”, afirmou.

Alonso espera ver a Ferrari forte nas próximas etapas do campeonato(Foto: Shell/Getty Images)

“Nós não somos rápidos o suficiente, especialmente no sábado, mas podemos melhorar a situação [no campeonato] em Abu Dhabi ou nos Estados Unidos. Como vimos com Mark [Webber] e seu problema no kers. Isso pode acontece com Vettel ou conosco, por isso, estou otimista [para o restante do campeonato]”, disse o espanhol.

Mais uma vez, a Ferrari mostrou-se atrás da Red Bull no quesito desenvolvimento e o vice-líder do campeonato sabe que a equipe vai ter que melhorar se quiser continuar forte na disputa pelo título. “Nós precisamos de atualizações novas em Abu Dhabi e espero melhorar a competitividade do carro para me aproximar da Red Bull no sábado [no classificatório] e no domingo [na corrida]”, afirmou. “Há três corridas restantes e o campeonato é a meta. Precisamos recuperar alguns pontos”.

“Seria bom terminar à frente de Vettel e vai ser ainda melhor se ganharmos. Para isso, precisamos dar um passo a frente já que, no momento, não somos capazes de vencer. Eu penso que no Brasil [última prova do campeonato] vai ser muito bom e espero ser muito feliz lá”, completou.

Apesar de pedir mais atualizações, Alonso ficou muito satisfeito com o ritmo do carro durante a prova, pois conseguiu ultrapassar Webber e conseguiu ficar perto de Vettel nas últimas voltas disputadas no circuito de Buddh. “É uma boa notícia para nós ver que fomos capazes de lutar com a Red Bull durante a corrida”, explicou.

Com a segunda colocação, Alonso soma 227 pontos contra 240 do piloto da Red Bull e atual bicampeão da F1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube