Sauber acusa Bottas de atitude antidesportiva por abrir passagem para Räikkönen no GP de Mônaco

Representantes da Sauber acusaram Valtteri Bottas de atitude antidesportiva por ter facilitado a ultrapassagem de Kimi Räikkönen no fim do GP de Mônaco. Piloto da Williams afirmou que pensou que o finlandês era o líder da prova

O GP de Mônaco de F1 foi cercado de polêmica. Não bastasse o escândalo do teste secreto entre Mercedes e Pirelli, a corrida em Monte Carlo ainda contou com outro lance peculiar. Nas voltas finais da disputa do último domingo, enquanto Kimi Räikkönen tentava escalar o pelotão após ser forçado a parar nos boxes depois de toque com Sergio Pérez, Valtteri Bottas facilitou a ultrapassagem do campeão de 2007. 
 
Após ter um pneu furado e parar nos boxes, Kimi conseguiu resuperar algumas posições, e fechou o GP de Mônaco na décima colocação, mantendo sua sequência de 23 provas consecutivas na zona de pontuação. 
Sauber acusou Bottas de atitude antidesportiva (Foto: Glenn Dunbar/ Williams)
Com a ultrapassagem em Bottas, Räikkönen conseguiu chegar em Nico Hülkenberg, que já estava com os pneus bastante desgastados. O titular da Lotus logo deixou o germânico para trás, o tirando do top-10 nos minutos finais. 
 
Falando ao jornal suíço ‘Blick’, Beat Zehnder, chefe da Sauber, afirmou que a atitude de Bottas foi antidesportiva. “Eu raramente vejo uma atitude antidesportiva, como a que um rival cede seu lugar voluntariamente em Mônaco”, criticou. 
 
Na visão de Peter Sauber, dono do time, Bottas “roubou um ponto de nós”. Valtteri, por sua vez, explicou que entregou a posição a Kimi, pois pensou que o finlandês era o líder da corrida em Monte Carlo. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube