F1

Sauber firma parceria com Charouz e lança programa de desenvolvimento de jovens pilotos

A Sauber resolveu seguir o que fazem as equipes principais do grid da F1 e lançou um programa de jovens pilotos. Os suíços formaram parceria com os tchecos da Charouz e vão ter talentos na F2, F3 e F4 no ano que vem
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Tatiana Calderón (Foto: Sauber)

A Sauber deu mais um passo bem importante em sua impressionante temporada 2018. Em franca recuperação tanto financeira quanto técnica, a equipe suíça anunciou, nesta quarta-feira (14), um acordo com a Charouz para formar um programa de desenvolvimento de jovens pilotos.
 
A Sauber, assim, acaba se juntando a um seleto grupo que tem equipes do tamanho de Mercedes, Ferrari e Red Bull como portadora de um programa de jovens que sonham em chegar à F1. O acordo com o time tcheco é para ter uma base na F2, na F3 e também na F4 em 2019.
A Sauber vai ter um programa de jovens pilotos (Foto: Sauber)
"Correr está no DNA da Sauber e esse programa de jovens pilotos marca um importante feito na história da companhia. A Sauber tem uma longa tradição de ajudar pilotos a chegarem ao seu potencial máximo e já trabalhou com Michael Schumacher, Sebastian Vettel e Charles Leclerc. Estamos muito felizes em fechar com a Charouz, uma equipe muito profissional e que tem sucesso por onde passa", afirmou Frédéric Vasseur, chefe da Sauber.
 
A Sauber ainda não anunciou quais os nomes que farão parte do projeto, mas, hoje, conta apenas com Tatiana Calderón como sua pilota de desenvolvimento. A Charouz, que chega à F3 em 2019, tem Louis Delétraz e Antonio Fuoco na formação na atual temporada da F2.
 
O time suíço terá reformulação completa para 2019. Marcus Ericsson vai para a reserva, Leclerc para a Ferrari, Kimi Räikkönen desce da parceira italiana e Antonio Giovinazzi é promovido ao segundo cockpit.