Sauber não esconde meta de bater Mercedes em 2012 e diz: “Ainda há mais por vir do C31”

Monisha Kaltenborn, diretora-executiva da Sauber, afirmou que a meta da equipe suíça para 2012 é bater a Mercedes e finalizar o ano na quinta posição da tabela

Monisha Kaltenborn, diretora-executiva da Sauber, não escondeu que o principal objetivo do time suíço para a parte final da temporada é o de bater a Mercedes no Mundial de Construtores e assegurar o quinto posto na classificação. Atualmente, a equipe de Peter Sauber é a sexta colocada, com 100 pontos, 26 a menos que o time comandado por Ross Brawn, que obteve neste ano uma vitória, com Nico Rosberg, no GP da China. 

Ainda assim, a executiva acredita no potencial de sua equipe, que já soma três pódios em 2012, todos com o mexicano Sergio Pérez. "A realidade é que estamos melhorando o tempo todo e estou antecipando que vamos continuar a ter bons desempenhos nesta parte final da temporada", afirmou. 

Diretora da Sauber diz que meta da equipe é superar a Mercedes (Foto: Sauber)

"Antes do início do campeonato, nós já dissemos que a meta era melhorar significativamente a nossa colocação final em relação ao ano passado. E isso quer dizer que pretendemos finalizar o ano em quinto. É uma meta ambiciosa, mas você tem de definir objetivos assim. Tenho total confiança na equipe", completou a dirigente.

Kaltenborn ainda declarou que há muito por vir em termos de performance do C21 nas próximas etapas do Mundial. "Estamos trabalhando de forma extremamente eficiente. O extenso pacote de atualizações que introduzimos nas corridas entre Barcelona e Silverstone foi bem sucedido. E nosso progresso na pista atendeu às nossas expectativas e cálculos. Ainda há mais por vir do C31", salientou.

"Nós vamos levar mais algumas atualizações para a Ásia e tentar avançar no desenvolvimento do carro do próximo ano também", acrescentou.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube