Schumacher assume culpa por acidente nos minutos finais do segundo treino livre para GP do Japão

Com a aposentadoria confirmada, o piloto da Mercedes não começou bem o final de semana em Suzuka. Ele perdeu o controle de seu carro nos minutos finais da última atividade do dia, bateu e abandonou. Assumindo a culpa, ele afirmou que o carro não estava bom, mas espera melhorar no sábado (6)

Nos minutos finais do segundo treino livre para o GP do Japão, que aconteceu na madrugada desta sexta-feira (5), pelo horário de Brasília, Michael Schumacher rodou na entrada da curva Spoon e bateu com força a lateral de sua Mercedes, mas deixou o carro andando e sem problemas. Vindo de um acidente em Cingapura, quando acertou a traseira de Jean-Éric Vergne, da Toro Rosso, o alemão assumiu a culpa por deixar a atividade antes do final.

"Primeiro de tudo, não foi uma batida forte, mas um pequeno impacto. Basicamente, eu abri na entrada para virar na [curva] 13, toquei na grama e perdi o controle”, explicou o heptacampeão. “Nesse momento, você já está com foco na entrada para a curva e perde a visão da parte de fora, especialmente com a nossa posição no carro, quando você nem sempre tem a visão perfeita. Cometi um erro e perdi o controle”, continuou.

Michael Schumacher lamentou o abandono no segundo treino livre em Suzuka (Foto: Mercedes)

Com a segunda aposentadoria anunciada na última quinta-feira, o final de semana não começou bem para Schumacher, apenas décimo colocado no geral. Ele confirmou que as mudanças feitas no W03 durante o intervalo entre as provas em Marina Bay e Suzuka não ficaram totalmente prontas, prejudicando o andamento dos treinos no Japão.

"Ficamos bastante comprometidos porque mudaram completamente algumas partes no carro durante o intervalo e não ficaram prontas até início do [primeiro] treino. O mesmo aconteceu pelo lado de Nico [Rosberg]. Então, [o desempenho] não foi tão bom quanto nós gostaríamos de ter, mas vamos ver o que podemos aprender com o que fizemos”, lamentou.

Punido em dez posições no grid de largada pelo acidente com Vergne, o alemão espera, ao menos, fazer uma boa corrida para agradar os fãs japoneses que vão estar no circuito ao longo de todo final de semana.

"A principal resposta eu quero mostrar na pista com um bom resultado", afirmou. "Mas nós não tivemos uma boa sexta por conta do pequeno erro na entrada da curva 13 e, principalmente, nós não nos adaptamos com o carro na pista. Espero que seja melhor amanhã”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube