Schumacher é punido por acidente com Vergne e perde dez posições no grid do GP do Japão

Michael Schumacher não passou impune após o acidente com Jean-Éric Vergne e foi punido em dez posições no grid de largada para o GP do Japão, próxima etapa da temporada

► Confira a sequência do acidente na galeria do GP

O acidente entre Michael Schumacher e Jean-Éric Vergne foi investigado pelos comissários do GP de Cingapura depois da corrida, já que uma punição não poderia ser aplicada uma vez que os dois abandonaram prova realizada neste domingo (23). E o piloto da Mercedes levou a pior e acabou sendo punido em dez posições para o GP do Japão, que acontece no início de outubro.

Após a primeira relargada da corrida, que ficou com bandeira amarela depois da batida e do abandono de Narain Karthikeyan, da HRT, Schumacher não conseguiu controlar o carro antes de uma das curvas do circuito e acabou batendo em cheio na traseira do piloto francês no momento em que os dois disputavam a nona colocação da corrida.

Schumacher vai levar uma punição de dez posições para Suzuka (Foto: Red Bull/Getty Images)

É a segunda vez na temporada que o piloto da Mercedes é punido por envolver-se em um acidente durante uma corrida. No GP da Espanha, realizado em Barcelona, ele bateu em Bruno Senna na 13ª volta da corrida e acabou perdendo cinco posições na etapa seguinte, em Mônaco. Por azar, Schumacher acabou conquistando a pole-position da prova no Principado, mas largou apenas na sexta posição.

Com o novo abandono, Schumacher parou nos 43 pontos no campeonato e ocupa a 12ª colocação na tabela de classificação.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube