Vettel justifica música para se despedir da Ferrari “e expressar minha gratidão”

O alemão se despediu da Ferrari em Yas Marina com uma versão próxima da clássica música italiana Azzurro

Sebastian Vettel explicou que optou por cantar uma música na despedida da Ferrari como forma de mostrar gratidão pelo time. O tetracampeão da Fórmula 1 fez a última corrida com a escuderia de Maranello no GP de Abu Dhabi do último fim de semana.

Ao receber a bandeirada em Yas Marina, o companheiro de Charles Leclerc apresentou uma versão própria de Azzurro, uma clássica música italiana.

“Vocês sabem que às vezes eu gosto de cantar, então eu pensei em cantar para vocês uma última vez”, disse Vettel antes de pegar um papel com a letra da canção.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Vocês são a equipe vermelha
Vocês são passionais
Vocês nunca vão se render
Minha parada está chegando
Amei estar com vocês
Senti sua mágica, uma sensação extraordinária
Pessoal, obrigado por me receberem
Vou sentir saudades de todos vocês
Meus cumprimentos a todos em Maranello,
Vocês merecem ser mencionados aqui
E agora vou dizer adeus e desejar o melhor a todos
Desejo que sejam felizes, mas acima de tudo, saudáveis”
, diz a letra.

Falando aos jornalistas, Vettel lembrou que cantou em alguns momentos de sua passagem pela Ferrari e, por isso, acho que seria uma boa despedida antes da mudança para a Aston Martin.

“Obviamente, tive muitos pontos altos com todo o time e, toda vez que estava realmente empolgado, por alguma razão, eu começava a cantar”, disse Vettel. “Então acho que é uma boa, por uma última vez, cantar de novo. E, claro, a música com que os deixo é muito, muito popular na Itália, Azzurro, de Adriano Calentano”, explicou.

“Mudei a letra, então espero não ter problemas com direitos autorais. Mas, sim, acho que é bom expressar minha gratidão ao time”, seguiu.

Antes de ir para a pista em Abu Dhabi, Vettel recebeu aplausos da equipe quando deixou os boxes e, depois, foi presenteado com um troféu.

“Fiquei surpreso. Eu nunca antes tinha terminado em 14º e recebido um troféu. Então, definitivamente, será uma boa memória”, comentou. “Também tinha uma placa na frente com todas as vitórias. Este ano foi, de certa maneira, um reflexo total do ótimo momento que tive com o time”, completou.

https://open.spotify.com/episode/56EWZtjjXZerTSc5mEGdpr?si=dXJwGloaQQ6ZEGdY1gUInQ&nd=1
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar