Vettel prevê “curva íngreme de aprendizagem” nas primeiras corridas pela Aston Martin

Após anos na Ferrari, Sebastian Vettel vai encarar novo desafio na Aston Martin a partir de 2021. O alemão acredita, porém, que os problemas nos testes de pré-temporada devem dificultar as primeiras corridas do campeonato

Em nova casa na Fórmula 1 após seis temporadas na Ferrari, Sebastian Vettel aposta em longo aprendizado na Aston Martin, principalmente nas primeiras etapas do campeonato. O alemão acredita que a situação se agravou após a pouca quilometragem obtida na pré-temporada no Bahrein.

Vettel fez apenas 117 voltas no total em Sakhir e sofreu com problemas de confiabilidade, inclusiva uma falha no câmbio que o tirou do segundo dia de treinos da pré-temporada.

“Neste momento, toda volta é extremamente importante para entender o carro, como ele quer ser guiado, como identificar diferenças. Eu acredito que há muito a melhorar. Nós temos a aprender, obviamente, sobre os ajustes do carro e muito mais. Mas acho que todo mundo está na mesma situação, pois com apenas três dias de treinos é impossível conseguir tudo”, disse o tetracampeão mundial.

Sebastian Vettel com a Aston Martin durante segundo dia da pré-temporada da Fórmula 1 no Bahrein (Foto: Aston Martin)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Eu acho que as primeiras corridas, especialmente para mim, vão ser uma curva íngreme de aprendizagem”, completou.

Com poucos dias de testes e restrições sanitárias pela Covid-19, Vettel teve pouco tempo para de aclimatizar na Aston Martin, equipe que substitui a Racing Point no grid da Fórmula 1 a partir desta temporada. O alemão comentou sobre o que precisa melhorar até a estreia do campeonato, no dia 28 de março.

“Bem, é apenas conhecer as pessoas, só uma coisa. É entender o que as coisas significam. Existem muitas coisas para conversar sobre o carro, há o volante que parece diferente porque é uma peça única”, analizou Vettel.

“O carro possui uma filosofia diferente. É uma nova equipe, com carro diferente, que não anda igual e tem motor distinto. Sem detalhes, pois não acho justo comparações públicas, as coisas são diferentes e leva tempo para se acostumar”, finalizou.

GUIA F1 2021
Red Bull aposta em forasteiro Pérez e ameaça Mercedes com briga real na F1
Haas desiste de ‘sonho americano’ e aposta em novatos com foco em 2022
+ Perdidamente apaixonado pela F1, Alonso volta sabendo qual seu lugar no mundo
+ Russell quer Mercedes, mas antes tem de carregar Williams em reconstrução
+ Leclerc tem missão de liderar renovada Ferrari e manter Sainz sob controle

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube