F1

Segundo, Bottas diz entender ordem de equipe e ressalta resultado positivo em Hockenheim

Valtteri Bottas ressaltou a importância do resultado alcançado no GP da Alemanha para a Mercedes e não pareceu chateado com a ordem de manter Lewis Hamilton à frente. O finlandês disse que entende a decisão e que o fim de semana foi proveitoso para a equipe
Warm Up, de Hockenheim / BRUNA ARIMATHEA, de São Paulo
 Valtteri Bottas (Foto: Mercedes)

Valtteri Bottas não conseguiu a vitória na corrida mesmo com o incidente de Sebastian Vettel e fechou o GP da Alemanha deste domingo (22) em segundo. O finlandês chegou a atacar Lewis Hamilton no fim da prova, mas foi instruído pela equipe a “permanecer onde estava” e garantir a dobradinha da Mercedes com o inglês no alto do pódio de Hockenheim.
 
As últimas 20 voltas em no traçado alemão mudaram completamente o rumo da corrida. Bottas acreditava que a largada faria a diferença e tratou de segurar a sua posição contra a tentativa de Kimi Raïkkönen, já na primeira volta. Mas a série de acontecimentos que viriam a seguir era difícil de prever para qualquer estratégia.
 
Com a batida de Vettel, no estádio, a chuva e a entrada do safety-car, Bottas pode se impor na segunda colocação e até ameaçar Hamilton, que havia virado líder depois de uma prova inteira de recuperação, e o #77 acredita que poderia ter tido, sim, a chance de triunfar no circuito alemão.
 
“Como pilotos, vencer é o que estamos procurando. Quando Seb saiu, achei que havia uma boa chance. Mas como equipe, é uma corrida perfeita para nós”, declarou em entrevista depois do término da corrida.
Valtteri Bottas acredita que poderia ter vencido em Hockenheim (Foto: F1)
O piloto da Mercedes fez questão de ressaltar que o resultado final para a equipe - que volta à liderança do campeonato tanto no Mundial de Construtores quanto no de Pilotos - era a coisa mais importante a ser pensada e por isso entendia as estratégias tomadas para trazer o resultado para casa. Pelo rádio, o finlandês recebeu ordens para que mantivesse a posição, ao fim da corrida, permitindo que Hamilton conquistasse a vitória na Alemanha.
 
"Tivemos uma pequena batalha na primeira volta depois do safety-car e eu não o ultrapassei, e eles me disseram para minimizar o risco, o que eu entendo", revelou Bottas.
 
Com o resultado desde domingo, a Mercedes volta a liderar o Mundial de Construtores com 310 pontos, contra 302 da Ferrari. Hamilton também volta à liderança, 17 pontos à frente de Vettel. Bottas é o quarto colocado com 122 pontos.