“Sem energia mental e física”: Stroll diz que subestimou sequelas da Covid-19

Lance Stroll ficou fora do GP do Eifel em 2020 graças a Covid-19, mas não pararam por aí os problemas causados pelo vírus. Por mais algumas prova, após voltar, ele não se sentiu 100%

Lance Stroll foi um dos pilotos que perderam ao menos uma corrida no 2020 da Fórmula 1 por terem sido infectados com a Covid-19. No caso do canadense, a ausência foi no GP do Eifel, em que foi substituído por Nico Hülknenberg – mas os problemas causados pelo vírus não pararam por aí.

Segundo Stroll, ele não pensava que teria dificuldades na pista após os testes darem negativo. Mas a realidade se mostrou diferente assim que ele retornou ao grid, no GP de Portugal.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Tudo sobre os lançamentos dos carros da F1 2021

Na então Racing Point, Lance Stroll perdeu uma corrida por Covid-19 (Foto: AFP)

“A Covid-19 me tirou do GP do Eifel e, provavelmente, me afetou um pouco por mais duas corridas. Fiquei sem energia, física e mentalmente. Não estava no meu melhor lugar”, disse Stroll.

“Acho que subestimei as sequelas que o vírus poderia deixar em mim, e eu sofri fisicamente nessas corridas”, seguiu – no caso, além de Portugal, o GP na sequência foi o da Emília-Romanha. O canadense abandonou em Portimão, após acidente, e foi só 13° na Itália.

Para o piloto da então Racing Point, agora Aston Martin, a normalidade só voltou no GP seguinte: “Voltei à minha forma na Turquia, mas foi um caminho duro. A partir daí comecei a me recuperar.”

Na Turquia, Stroll foi nono colocado – depois, ele subiria ao pódio no GP de Sakhir, no Bahrein, para terminar a temporada em 11° lugar. “Mas perdemos muitos pontos no Mundial, muita coisa a se aprender desta experiência”, finalizou o piloto.

https://open.spotify.com/episode/56EWZtjjXZerTSc5mEGdpr?si=dXJwGloaQQ6ZEGdY1gUInQ&nd=1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube