Sem pontos em 2013, Maldonado almeja top-10 em Mônaco e vê Williams "próxima" da Force India

Venezuelano, que por três vezes caiu no Q1 nas cinco primeiras sessões classificatórias da atual temporada, afirmou que sempre foi "muito forte" no Principado e crê que time inglês pode alcançar primeiros pontos na corrida do próximo domingo (26), em Monte Carlo

 
Pastor Maldonado vive um verdadeiro drama com a Williams na temporada 2013 da F1. O desastroso desempenho mostrado pelo FW35 nas cinco primeiras provas do ano impediu o venezuelano de conquistar pontos. Pior: até agora, o vencedor do GP da Espanha do ano passado só esteve perto de pontuar uma única vez, no Bahrein, quando cruzou a linha de chegada em 11º.
 
A situação é ainda mais crítica quando se leva em consideração a performance em sessões classificatórias: Pastor caiu no Q1 nada menos que três vezes, partindo do 17º posto na Austrália, no Bahrein e na Espanha, onde foi pole-position ano passado.
 
Apesar disso, o piloto ainda consegue conservar otimismo e espera pontuar pela primeira vez no GP de Mônaco, próxima etapa do campeonato. "Espero ser competitivo e estar no top-10, se possível", disse, em entrevista ao site da revista 'Autosport'.
Pastor Maldonado em ação pela Williams: carro é rápido só na foto (Foto: Getty Images)
"O GP de Mônaco é uma das mais diferentes corridas da temporada. Sempre fui muito forte na pista no passado, e espero estar perto do top-10 aqui", prosseguiu. Na edição de 2012 da prova, Maldonado largou na oitava posição, mas não completou. Pela GP2, no entanto, o histórico muda totalmente: tem uma vitória, duas poles e três pódios em seis corridas no tradicional circuito urbano.
 
Entretanto, o piloto não sabe exatamente o que esperar da Williams na etapa de Monte Carlo. "É difícil dizer, porque tenho tido diferentes sensações com o carro, em diferentes pistas. Espero ter um carro controlável em Mônaco."
 
"Normalmente, se eu me sinto seguro com o carro lá, posso fazer a diferença."
 
Por último, o venezuelano afirmou que o ritmo de corrida do FW35 é similar ao da Force India, atual quinta força do grid, posição hoje também conhecida como "melhor do resto" – atrás apenas de Red Bull, Ferrari, Lotus e Mercedes. O grande problema do caro, no entanto, é o ritmo em classificações.
 
"Estamos muito próximos da Force India em ritmo de corrida. Só que se você larga cinco posições atrás, é muito difícil recuperar", encerrou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube