Sem unanimidade, equipes barram corridas de classificação para 2020

A proposta de introduzir corridas de 100 km no lugar dos tradicionais treinos classificatórios nos GPs da Bélgica, França e Rússia foi barrada pelas equipes. FIA não conseguiu unanimidade das escuderias e proposta congelou, mas pode ser aprovada até março caso postura dos times mude

O plano da Fórmula 1 em colocar corridas classificatórias para a temporada 2020 ficou um pouco mais longe de ser concretizado. A categoria não conseguiu o suporte unânime das equipes em reunião realizada em Paris, na última quarta-feira (16).
 
A ideia mudava o treino classificatório nas corridas da França, Bélgica e Rússia da próxima temporada. Em vez do treino tradicional, dividido em três partes, aconteceria corrida de 100 km [um terço da distância normal] com o grid invertido se baseando na classificação do campeonato, e o resultado final seria a ordem de largada da corrida de domingo. A prova do sábado não contaria pontos.
 
Segundo informação do portal britânico 'Racefans.net', a Ferrari foi uma das equipes opostas à ideia, especialmente porque o plano poderia envolver o GP da Itália, corrida de casa para o time de Maranello. Equipes como a Racing Point se manifestaram publicamente contra, especialmente pelo risco de aumento de custos com possibilidade de batidas.
Valtteri Bottas (Foto: Mercedes)

Porém, a proposta não está completamente morta. Caso exista o acordo unânime até o início da temporada 2020, a ideia ainda pode ser implantada.

 
A decisão momentânea vai contra a fala do diretor-esportivo Ross Brawn, que afirmou o desejo das equipes e a vontade de testar novos formatos para os fãs.
 
"Nós e a FIA, no momento, ganhamos suporte unânime das equipes. Os pilotos expressaram preocupações e já tivemos a primeira discussão com eles. Querem ver como vai ser, o que é justo, porque já temos o detalhes, só precisamos trabalhar em cima deles", disse Brawn, em setembro.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube