Senna admite que “faltou um pouquinho na volta” e diz que terá de fazer estratégia funcionar

Bruno Senna ficou com o 13º lugar no grid de largada do GP da Itália de F1 ao cravar 1min25s135. Brasileiro afirmou que ritmo do carro não era bom e reconheceu que sua volta não foi perfeita

► As imagens deste sábado da F1 na Itália


Bruno Senna não conseguiu avançar à fase final da sessão classificatória em Monza neste sábado (8) e vai largar na 13ª posição, após ganhar um posto no grid por conta da punição aplicada a Pastor Maldonado. Após o treino, o piloto da Williams deu uma entrevista à TV Globo e explicou que não teve nenhum problema, mas reconheceu que sua volta não foi perfeita.
 

Senna vai começar GP da Itália na 13ª colocação (Foto: Williams)


“Acho que faltou um pouquinho no carro, também faltou um pouquinho na volta”, avaliou. “Foi difícil passar pelo Q3 hoje. Pastor também sofreu um pouco. Acho que a gente está um pouquinho fora”, continuou.

Senna avaliou, ainda, que o FW34 mostrou um desempenho melhor com os pneus duros no circuito italiano e disse que o time terá de fazer a estratégia funcionar.

“No Q1 parecia estar bom, acho que o carro estava mais competitivo com o pneu duro do que com o pneu médio, mas amanhã temos vários jogos de pneus novos, então a gente vai ter de fazer a estratégia funcionar e vamos ver o que acontece”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube