Pérez admite “dificuldade” em parceria com Verstappen após 2021 “de muita pressão”

Sergio Pérez finalizou em 2021 sua primeira temporada pela Red Bull, e comentou sobre a intensidade que viveu na nova casa e com o novo companheiro de equipe, Max Verstappen

VERSTAPPEN CAMPEÃO SOBRE HAMILTON: TUDO SOBRE A F1 2021 | Paddock GP #272

Sergio Pérez completou sua primeira temporada na Red Bull, e o objetivo da equipe na chegada do mexicano foi alcançado logo em seu primeiro ano: o título mundial da Fórmula 1. Max Verstappen levantou a taça pela primeira vez após o GP de Abu Dhabi, no qual Pérez deu mais uma excelente contribuição ao holandês ao segurar Lewis Hamilton e fazê-lo perder preciosos segundos na disputa decisiva. Após o encerramento da temporada ‘Checo’ admitiu que o ano não foi nada fácil mentalmente.

“[Tem sido] muito intenso, extremamente intenso”, admitiu Pérez. “Muito trabalho foi feito nos bastidores, [com] muita pressão. Quando você está na Red Bull, a pressão é alta e todos estão te observando, vendo o que você faz. E vocês [a mídia] são obviamente muito mais duros com um piloto da Red Bull, o que é fácil de entender”, explicou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Sergio Pérez e Lewis Hamilton duelaram de forma feroz no Circuito de Yas Marina (Foto: Lars Baron/Getty Images)

Pérez ainda reconheceu que ser parceiro de time de Verstappen não é fácil, mas valorizou o resultado que a competição interna pode proporcionar. Para se ter uma ideia, o holandês chegou em primeiro ou segundo em 18 das 22 corridas do ano, um recorde na Fórmula 1.

O dado se torna ainda mais relevante levando em consideração que das outras quatro corridas, Max abandonou em três — furo de pneu no Azerbaijão e dois acidentes com Hamilton em Inglaterra e Itália — e foi abalroado por Valtteri Bottas na Hungria, quando terminou em nono com um carro bastante avariado.

“Não tem sido fácil, mas me trouxe a um novo nível”, disse. “Ter Max [Verstappen] como companheiro de equipe, isso realmente te força a novos níveis. Estou extremamente feliz, aproveitando demais. Nesse ponto da minha carreira, estou muito feliz, e isso é a coisa mais importante”, celebrou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sergio Pérez viu a Red Bull celebrar o título do Mundial de Pilotos em seu primeiro ano (Foto: Red Bull Content Pool)

Pérez não conseguiu acompanhar o ritmo de Verstappen por grande parte da temporada, enquanto Hamilton e o holandês travavam uma batalha particular pelo título. No entanto, o mexicano subiu de rendimento na segunda metade da temporada e conseguiu três pódios seguidos que ajudaram a Red Bull a cortar a diferença da Mercedes no Mundial de Construtores — que acabou ficando com a equipe alemã.

Na última corrida do ano, Pérez conseguiu se classificar em quarto e demonstrar bom ritmo ao longo da disputa, sendo um fator importante para a Red Bull e inclusive travando batalha espetacular com Hamilton na pista. Questionado sobre como conseguiu obter desempenho semelhante a Verstappen em Yas Marina, ‘Checo’ ressaltou sua consistência.

“Eu não sei, eu simplesmente tinha a consistência. acho que cheguei perto em muitas ocasiões, muitas corridas”, lamentou. “Quando você está na nossa posição, acho que a coisa principal é a consistência, constantemente usar 100% do carro. Em corridas como Abu Dhabi, você consegue ver que o ritmo está lá”, encerrou.

Momento em que Sergio Pérez segura Lewis Hamilton em Abu Dhabi e atrasa o heptacampeão (Vídeo: TSN Sports)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar