Sexto no GP da Hungria, Button critica ‘plano B’ da McLaren: “Não sei o que estava acontecendo”

Jenson Button estava na briga por um lugar no pódio no GP da Hungria até que a McLaren resolveu mudar sua estratégia de duas para três paradas. A partir daí, “a situação só piorava”, definiu o piloto, que ficou confuso depois que deixou o planejamento original

“Jenson, vamos mudar do plano A para o plano B”. Assim Jenson Button foi informado pelo rádio, enquanto duelava pela terceira posição com Sebastian Vettel, de que sua estratégia dali em diante seria diferente. Em vez de duas paradas, o piloto entraria nos boxes para trocar pneus três vezes. A tática estragou sua corrida, e Button deixou a disputa pelo pódio para terminar o GP da Hungria, disputado neste domingo (29), somente na sexta posição. Depois da corrida, o inglês criticou o plano B escolhido pela McLaren.

“A cada vez que eu parava, a situação só piorava”, disse Button. Na 34ª volta, quando entrou nos boxes pela segunda vez, voltou à pista atrás de Bruno Senna, e não conseguiu ultrapassar o brasileiro, apesar de estar calçado com pneus macios novos. Perguntou, então, pelo rádio: “‘Isso é tráfego ou estamos disputando posição?, e eles me disseram ‘não’…”.

A estratégia da McLaren fez com que Button perdesse três posições (Foto: McLaren)

Na volta 45, o cenário se repetiu e Button mais uma vez ficou encaixotado, dessa vez, atrás de Fernando Alonso, posição que manteve até o fim das 69 voltas do GP da Hungria.

“Eu não sei o que estava acontecendo”, falou o confuso piloto. “Foi um erro na compreensão do posicionamento dos carros. Normalmente você pára nos boxes e sai com a pista limta. Vamos aprender a partir disso, porque aconteceu duas vezes. Não estávamos bem na estratégia hoje”, avaliou o campeão mundial de 2009.

O momento em que foi chamado tanto para o segundo quanto para o terceiro pit-stop também não agradou. “Os pneus ainda estavam em boas condições. Eu estava parando cedo e, nas duas vezes, saí no meio do tráfego e fiquei me perguntando o porquê”, revelou o piloto. “Não achei que foi uma corrida complicada para os pneus, mas a equipe, obviamente, achou. Não estava lento, mas nós paramos cedo duas vezes e isso me colocou no tráfego”, acrescentou.

“O estranho é que, depois da primeira parada, eu ainda podia ver os líderes, eu estava perto, mas nós decidimos mudar para três paradas”. Tentando compreender a decisão dos estrategistas da McLaren, Button disse achar que “eles queriam superar os carros que estavam a frente, mas nós andamos para trás, no meio do tráfego. Foi isso”.

“Não foi uma grande corrida”, sacramentou o sétimo colocado da temporada de 2012 da F1. Nas 11 provas já disputadas, ele somou 76 pontos.

O GP da Hungria foi vencido por seu companheiro de McLaren, Lewis Hamilton. Este seguiu uma estratégia de duas paradas, apenas, mas tinha um terceiro jogo de pneus já preparado para a troca quando o time percebeu que errou com Button e optou por manter o plano A para o carro de número 4.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube