Sirotkin diz que Williams ficou “com cara de idiota” no Bahrein e admite surpresa geral por baixo rendimento

Sergey Sirotkin não mediu palavras para tratar do que aconteceu no GP do Bahrein: a Williams teve um desempenho medonho. De acordo com o jovem piloto russo, o baixo desempenho é um mistério para o time, que ficou com uma cara péssima na prova

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O fim de semana da Williams no Bahrein foi terrível. Com Lance Stroll e Sergey Sirotkin cruzando a bandeira quadriculada nas posições 16 e 17, respectivamente, apesar de terem herdado postos após punições de Sergio Pérez e Brendon Hartley, a equipe sabe que tudo deu muito errado. Agora é hora de baixar a cabeça e tentar descobrir o que está sendo feito de errado.

 
De acordo com o novato Sirotkin, a Williams ficou com uma face do erro no Oriente Médio. Ou "com cara de idiota".
 
"Um sentimento duro depois de um fim de semana difícil. Eu sei que ficamos com cara idiotas [para quem olhou] do lado de fora", disparou. "Isso é bem óbvio para mim – e provavelmente o fato de eu ter tentado encontrar coisas positivas na corrida me fizeram soar estranho, mas eu vejo coisas positivas", disse.
 
Sirotkin tentou destacar o que de bom a Williams conseguiu adquirir apesar dos pesares. O maior entendimento do carro é o principal benefício.
 
"Parcialmente com a aprendizagem que eu tive como piloto e da aprendizagem do time como um todo. Eu vejo, sim, algumas coisas positivas", afirmou. 
 
"Sim, definitivamente ficou ruim para nós no resultado da corrida, provavelmente pior ainda que na classificação. É melhor nem pensar nisso, mas o bom é que pelo menos vimos mais coisas e entendemos mais coisas. Ainda que as coisas corram da pior forma, aprendemos os motivos de acontecer isso ou aquilo", seguiu.
Sergey Sirotkin (Foto: Williams)
Apesar da consciência de que o carro é ruim, o russo deixou claro que é uma surpresa para a equipe. Neste momento, a Williams simplesmente não sabe o que está acontecendo.
 
"Se você apenas olhar o carro, todos concordamos que parece bem detalhado e desanhado. Nós construímos o carro, sabemos mais ainda de dentro, então para nós é uma grande surpresa. [Não sabemos] por que não tiramos os números que queremos, por que eles não estão vindo", pontuou.
 
Paddy Lowe, diretor-técnico do time de Grove, admitiu que a Williams ainda está perdida no que diz respeito aos problemas. 
 
"Há muito a entender. Temos que nos afastar e trabalhar muito duro nisso. Pelo menos temos mais informação agora. Algo deu errado desde Melbourne", garantiu à revista inglesa 'Autosport'.
 
A F1 volta em uma semana, 15 de abril, com o GP da China.
CEDO DEMAIS?

ALONSO ENTRA NO ‘MODO EMPOLGOU’ ANTES DO TEMPO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube