Smedley diz que erros nos boxes custaram 4º lugar de Bottas no Japão e garante: “Não vamos deixar por isso mesmo”

Chefe de performance da Williams, Rob Smedley deixou claro que a equipe identificou os problemas durante as paradas como principal causa da perda do quarto lugar de Valtteri Bottas no GP do Japão. O inglês afirma que a Williams não vai deixar por isso mesmo e vai trabalhar duro para melhorar

A lentidão nos boxes está incomodando a Williams. Após a perda do quarto lugar de Valtteri Bottas para Kimi Räikkönen no GP do Japão, o chefe de performance do time Rob Smedley reconheceu que a equipe precisa melhorar bastante suas paradas.
 
Smedley admitiu que o trabalho lento nos boxes foi fundamental para que Bottas perdesse a quarta colocação para seu compatriota. Segundo o britânico, a Williams não pode deixar por isso mesmo e precisa trabalhar para consertar a falha.
 
“Nós tivemos paradas bem lentas no Japão e isto acabou sendo decisivo para que Valtteri voltasse atrás de Kimi. Foi bastante frustrante, isso é algo que precisamos melhorar logo, não dá para achar que é natural e deixar por isso mesmo”, disse.
 
O inglês explicou que o problema enfrentado pela Williams em Suzuka foi diferente em relação aos que causaram problemas anteriores nos boxes.
 
“Um problema corriqueiro nosso é com as porcas que prendem as rodas, muitas vezes não conseguimos ter a velocidade necessária nisso. Agora, o problema foi no posicionamento dos pneus que entrariam na sequência. Temos muito para corrigir, precisamos trabalhar duro nisso”, falou.
Rob Smedley não está feliz com o desempenho da Williams nos boxes (Foto: Getty Images)
Ainda que tenha valorizado os pontos conquistados e a vantagem maior no campeonato sobre a Red Bull, Smedley comentou que a Williams tinha condição de fazer ainda melhor.
 
“Em uma corrida como aquela, a meta primária era bater a Red Bull. Por um lado estou feliz que fizemos dez pontos a mais que eles, por outro, sei que poderia ser melhor. Eles não pontuaram, então era uma prova para termos aberto 18, 20 pontos, não apenas dez”, completou.
 
A Williams está estabelecida na terceira colocação no Mundial de Construtores. O time de Grove tem 208 pontos, 69 a mais que a Red Bull.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube