F1

Soberano, Hamilton coloca Mercedes na frente no primeiro treino livre do GP de Mônaco. Verstappen surpreende e é 2º

Lewis Hamilton parece querer deixar para trás a fraca jornada realizada no GP da Espanha há duas semanas. Nesta quinta-feira, no início das atividades de pista do GP de Mônaco, o britânico, ainda mais motivado depois de assinar uma renovação de contrato milionária com a Mercedes, sobrou na pista e assegurou o melhor tempo da manhã

Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
Um dia depois de oficializar a renovação de contrato com a Mercedes e assegurar seu futuro na F1 pelos próximos três anos, Lewis Hamilton tratou de mostrar serviço e foi o cara do primeiro treino livre do GP de Mônaco. Supremo do início ao fim da sessão que abriu os trabalhos da 62ª edição do mais tradicional evento do Mundial, o britânico não tomou conhecimento dos seus adversários e liderou o treino realizado na manhã desta quinta-feira (21) ao cravar 1min18s750. Além da grande quilometragem acumulada ao longo da sessão, Lewis obteve tempos consistentes e conseguiu se posicionar com folga à frente de Nico Rosberg, vencedor do último GP da Espanha e ganhador das duas últimas edições do GP de Mônaco. 

O grande destaque da manhã em Mônaco, além do próprio Hamilton, foi Max Verstappen. Em sua estreia correndo no Principado, o mais jovem piloto da história da F1 brilhou, fez tempos muito bons desde o início da sessão e, nos segundos finais, conseguiu grande marca ao registrar 1min18s899, apenas 0s149 atrás do britânico. O holandês da Toro Rosso conseguiu se posicionar à frente da Red Bull de Daniel Ricciardo, que teve um ótimo fim de treino e concluiu a sessão em terceiro lugar.

Sebastian Vettel finalizou a manhã em quarto lugar, à frente de outro jovem talento da F1, Carlos Sainz Jr., companheiro de equipe de Verstappen na Toro Rosso. Não deixa de ser surpreendente também a sexta colocação de Pastor Maldonado, que colocou sua Lotus Mercedes E23 #13 à frente da Red Bull de Daniil Kvyat. Companheiro de equipe de Vettel na Ferrari, Kimi Räikkönen ficou apenas em oitavo, enquanto Nico Rosberg sequer conseguiu se aproximar da marca de Hamilton e fechou num discreto nono lugar, com Felipe Massa concluindo a lista dos dez primeiros. A McLaren apresentou melhora e colocou Fernando Alonso em 11º, logo à frente de Jenson Button, que teve problemas e andou pouco em relação aos seus pares. Felipe Nasr, por sua vez, terminou em 16º.
Hamilton liderou o primeiro treino livre do GP de Mônaco de F1 (Foto: AP)

Confira como foi o primeiro treino livre do GP de Mônaco de F1:

O início do cronograma do GP de Mônaco de F1 se deu com a presença de vários pilotos na pista para a execução das primeiras voltas de instalação e reconhecimento da pista que, às 10h no horário local, estava ainda úmida em alguns trechos em decorrência da chuva que deu as caras durante a noite. Assim, os competidores deixaram os boxes usando pneus intermediários para evitar qualquer problema.

Como vem sendo comum nesta primeira parte da temporada, a Mercedes adotou um programa ímpar e levou seus pilotos à pista logo no começo do treino para o registro dos primeiros tempos cronometrados do fim de semana. Ainda com os pneus intermediários, Hamilton e Rosberg anotaram as primeiras marcas do dia em Mônaco, mas com números ainda pouco expressivos: Lewis andou na casa de 1min27s, enquanto o alemão foi 5s mais lento. Em contrapartida, Button, com problemas no sistema de recuperação de energia do seu McLaren-Honda MP4-30, sequer havia ainda conseguido completar suas primeiras voltas no Principado.

A sessão começou a ganhar em intensidade a partir de 15 minutos, quando as duas Mercedes foram à pista usando pneus macios, o que foi seguido pouco depois pelos outros pilotos do grid. Hamilton registrou 1min22s103 em sua melhor passagem nesta fase do treino e se colocou no topo da tabela de tempos, com Ricciardo em segundo lugar, Sainz, Räikkönen e Alonso completando os cinco primeiros. Havia muito tráfego na pista, o que dificultava ainda mais a missão dos pilotos em Mônaco.
Fernando Alonso apareceu bem durante o primeiro treino livre do fim de semana em Mônaco (Foto: McLaren/Twitter)

No começo do treino, muitos pilotos se queixavam da falta de aderência dianteira, o que era ocasionada também pela baixa temperatura do asfalto, em 18ºC. Räikkönen, que reclamou do problema de aderência via rádio com a Ferrari, assumiu a segunda colocação, enquanto Vettel era o quarto. Lá na frente, Hamilton melhorava seu tempo ao anotar 1min21s622, enquanto Rosberg completava outro programa e vinha com marcas muito mais lentas. Por sua vez, Alonso acabou passando reto ao cruzar a Sainte Dévote, mas sem maiores consequências, o espanhol retornou à pista para a sequência do seu stint.

Aí Rosberg começou seu stint de voltas rápidas em Mônaco. Na primeira delas, o duas vezes vencedor da corrida no Principado já subiu para terceiro lugar, mas distante 0s985 de Hamilton. O alemão forçou seu ritmo e se aproximou do seu companheiro de equipe pouco depois, mas ainda ficou atrás 0s122. Na sua terceira volta rápida, Nico enfim encontrou velocidade para superar o bicampeão do mundo e fez as duas primeiras parciais da pista mais rápido que o tempo estabelecido por Lewis, mas, atrapalhado pelo tráfego da Marussia, Rosberg não conseguiu melhorar seu tempo.

E então finalmente Rosberg efetuou uma volta limpa e bateu a marca de Hamilton ao registrar 1min20s720, subindo para a ponta do treino. Mas Nico durou apenas alguns segundos na ponta da tabela. Lewis deu o troco e baixo em quase 1s o tempo do alemão ao cravar 1min19s764. E aí foi a vez de o alemão devolver ao superar Hamilton em meros 0s002. Mas nem teve tempo para Rosberg se animar: 1min19s196 para Lewis no giro seguinte, retomando a liderança do treino e mostrando que não há chance para qualquer outra equipe no fim de semana. A diferença em relação ao terceiro lugar, Räikkönen, era de enormes 3s042.

Ao restante do grid, a alternativa era encontrar o melhor ritmo possível com os pneus macios. Nessa busca incessante pelo melhor desempenho, muitos pilotos escapavam na Sainte Dévote, caso de Ricciardo e Bottas, por exemplo. E a Toro Rosso seguia como destaque ao colocar seus dois pilotos momentaneamente em terceiro e quarto lugar pouco após a primeira metade do treino. Verstappen vinha em terceiro lugar, quase 2s atrás do tempo de Rosberg, enquanto Carlos Sainz Jr. era o quarto mais rápido.

Os brasileiros vinham absolutamente discretos neste primeiro treino. Massa ocupava apenas a 17ª posição dentre os 19 pilotos que haviam ido à pista, ficando exatamente à frente de Nasr. Enquanto isso, Hamilton sobrava na dianteira e melhorava ainda mais sua marca ao estabelecer 1min18s759 ao anotar o melhor tempo nos três setores da pista. No giro seguinte, Lewis baixou ainda mais: 1min18s750, enfiando 1s012 sobre Rosberg.
Felipe Massa terminou o treino da manhã em décimo lugar (Foto: Williams Racing/Twitter)
Com a melhora significativa da pista, a Ferrari também avançou de forma considerável, mas não o bastante para sequer ameaçar a Mercedes. É bem verdade que Vettel conseguiu superar Rosberg e assumir o segundo lugar provisório, mas não o suficiente para chegar em Hamilton, ficando 0s632 atrás do britânico. Räikkönen, com 1min20s090, vinha em quarto, com Sergio Pérez , Verstappen, Kvyat, Ricciardo, Maldonado e Grosjean fechando a lista dos dez primeiros.

Vettel vinha em constante melhora e conseguia ficar um pouco mais perto do tempo de Hamilton. Mas o alemão assumia os riscos: o piloto quase bateu na saída do Cassino, mas conseguiu controlar o carro e seguir na sessão sem problemas. Räikkönen também melhorava ao subir para terceiro, superando momentaneamente Rosberg. Mais atrás, Alonso vinha apenas em 13º, enquanto Button finalmente deixava os boxes para seu primeiro stint de voltas rápidas.

E então Massa conseguiu deixar os boxes para completar uma boa sequência de voltas em Mônaco. Com a Williams em busca de evolução na sexta etapa do Mundial, o brasileiro conseguiu se colocar em quinto lugar, atrás somente dos carros de Mercedes e Ferrari, mas 1s425 atrás do tempo de Hamilton. Logo atrás, em sexto com 20 minutos restando para o fim da sessão, aparecia Fernando Alonso, a 0s09 da marca registrada por Massa. Mas em seguida, provando uma evolução considerável na performance do MP4-30, o espanhol cravou 1min19s791 para passar o brasileiro e subir para quinto.

Só que Massa deu o troco em seguida e se colocou novamente à frente do seu companheiro de equipe, ficando em quinto lugar. Mais atrás, Felipe Nasr tentava lutar contra as limitações do seu Sauber-Ferrari C34 e conseguia melhorar seu tempo, subindo para 16º na parte final do treino em Mônaco, que contava novamente com tráfego intenso.

No fim da sessão, muitos pilotos conseguiram melhorar suas marcas, sobretudo os taurinos. Daniel Ricciardo pulou para terceiro lugar, se colocando à frente de Verstappen e Sainz Jr., relevando Rosberg ao sétimo posto, com Massa em oitavo e Alonso em nono. Nos segundos finais, Verstappen surpreendeu ao ficar apenas 0s149 atrás do líder Lewis. Mas ninguém conseguiu ameaçar o domínio de Hamilton, que fechou soberano na frente o primeiro treino livre do GP de Mônaco.

F1, temporada 2015, GP de Mônaco, Monte Carlo, treino livre 1:

1 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES 1:18.750   49
2 33 MAX VERSTAPPEN HOL TORO ROSSO RENAULT 1:18.899 +0.149 42
3 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:19.086 +0.336 27
4 5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI 1:19.134 +0.384 31
5 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO RENAULT 1:19.245 +0.495 40
6 13 PASTOR MALDONADO VEN LOTUS MERCEDES 1:19.454 +0.704 35
7 26 DANIIL KVYAT RUS RED BULL RENAULT 1:19.520 +0.770 33
8 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:19.679 +0.929 31
9 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:19.762 +1.012 47
10 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:19.766 +1.016 32
11 14 FERNANDO ALONSO ESP McLAREN HONDA 1:19.791 +1.041 28
12 22 JENSON BUTTON ING McLAREN HONDA 1:20.202 +1.452 15
13 8 ROMAIN GROSJEAN FRA LOTUS MERCEDES 1:20.274 +1.524 34
14 11 SERGIO PÉREZ MEX FORCE INDIA MERCEDES 1:20.619 +1.869 35
15 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:20.784 +2.034 34
16 12 FELIPE NASR BRA SAUBER FERRARI 1:20.857 +2.107 24
17 77 VALTTERI BOTTAS FIN WILLIAMS MERCEDES 1:20.917 +2.167 36
18 9 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI 1:21.219 +2.469 25
19 28 WILL STEVENS ING MANOR MARUSSIA FERRARI 1:23.234 +4.484 28
20 98 ROBERTO MERHI ESP MANOR MARUSSIA FERRARI 1:23.404 +4.654 31
    TEMPO 107% TL1   1:24.262 +5.513  
               
RECORDE KIMI RÄIKKÖNEN FIN McLAREN MERCEDES 1:13.532 27/05/2006  
MELHOR VOLTA MICHAEL SCHUMACHER ALE FERRARI 1:14.439 23/05/2004  
               
    Condições do tempo   NUBLADO ar: 14-22ºC | pista: 18-22ºC