F1

Speed trap: confira maiores velocidades máximas de cada piloto durante classificação do GP da Espanha de F1

A Manor explorou ao máximo a força do motor Mercedes para assegurar as duas maiores velocidades aferidas no treino classificatório do GP da Espanha, na tarde deste sábado (14), em Barcelona. Pascal Wehrlein chegou aos 341,5 km/h, enquanto Rio Haryanto alcançou 341 km/h

Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
O circuito de Barcelona é, de longe, o mais conhecido por pilotos e equipes do Mundial de F1. É na Catalunha que os times do grid concentram boa parte dos testes de pré-temporada (e também de intertemporada, como será nos próximos dias), de modo que um carro que se mostra equilibrado nesta pista tende a sê-lo também nos outros circuitos do calendário. Uma das características do traçado de Montmeló é a longa reta dos boxes, que proporciona grandes velocidades, ainda que isso não signifique necessariamente que o carro mais veloz seja o mais rápido.
 
A medição das velocidades finais de cada piloto no treino classificatório deste sábado (14) em Barcelona é um grande exemplo disso. Coube à dupla da Manor, a equipe que ficou com a última fila do grid do GP da Espanha, as duas melhores velocidades finais da sessão desta tarde. Muito se deve à potência do motor Mercedes. Pascal Wehrlein aferiu 341,5 km/h no fim da grande reta, enquanto seu companheiro de equipe, Rio Haryanto, anotou 341 km/h.
Pascal Wehrlein teve uma boa ajuda do motor Mercedes para ser o mais veloz da classificação deste sábado (Foto: Getty Images)
Mas no grid de largada, Haryanto vai largar em último, enquanto Wehrlein vai largar ao seu lado, em 21º lugar.
 
A terceira maior velocidade final da sessão foi igualada pelos dois mexicanos da F1. No início da sessão, Esteban Gutiérrez, com a Haas empurrada pelo motor Ferrari, passou a 336,6 km/h. já no fim da sessão, no Q3, Sergio Pérez levou sua Force India, dotada do poderoso motor Mercedes, à mesma marca. Mas, no fim das contas, os compatriotas vão largar em posições distintas: Gutiérrez parte em 16º apenas, enquanto ‘Checo’ vai dividir com Fernando Alonso a quinta fila do grid.
 
Lewis Hamilton cravou ‘apenas’ 334,9 km/h, ficando com a oitava maior velocidade do treino classificatório, sendo um pouco mais veloz que Nico Rosberg, que aferiu 334,6 km/h. Daniel Ricciardo, por exemplo, aferiu apenas a 19ª velocidade final da sessão, 328,5 km/k, mas vai partir em terceiro do grid. Aí entra em cena o maior equilíbrio do chassi da Red Bull.
 
Vale destacar também a marca aferida por Fernando Alonso, que pela primeira vez desde o fim de 2014 passou para o Q3. O bicampeão alcançou 327,7 km/h com sua McLaren-Honda no fim da grande reta dos boxes. Mas na lista das velocidades, o piloto da casa ficou apenas em 21º e penúltimo em Barcelona, só atrás da Renault de Jolyon Palmer, que aferiu 327,5 km/h.

F1, GP da Espanha, Barcelona, treino classificatório, speed trap:

      km/h
1 94 PASCAL WEHRLEIN 341,5
2 88 RIO HARYANTO 341,0
3 21 ESTEBAN GUTIÉRREZ 336,6
4 11 SERGIO PEREZ 336,6
5 27 NICO HÜLKENBERG 336,5
6 77 VALTTERI BOTTAS 336,3
7 33 MAX VERSTAPPEN 335,4
8 44 LEWIS HAMILTON 334,9
9 6 NICO ROSBERG 334,6
10 19 FELIPE MASSA 334,5
11 5 SEBASTIAN VETTEL 334,2
12 7 KIMI RÄIKKÖNEN 333,9
13 12 FELIPE NASR 333,8
14 8 ROMAIN GROSJEAN 332,9
15 9 MARCUS ERICSSON 332,4
16 26 DANIIL KVYAT 330,4
17 20 KEVIN MAGNUSSEN 329,4
18 22 JENSON BUTTON 329,3
19 3 DANIEL RICCIARDO 328,5
20 55 CARLOS SAINZ JR 328,0
21 14 FERNANDO ALONSO 327,7
22 30 JOLYON PALMER 327,5
 
O QUE ESTÁ POR TRÁS DO RECENTE NOTICIÁRIO SOBRE SCHUMACHER