Speed trap: confira velocidades máximas de cada piloto durante GP da Inglaterra, nona etapa da temporada 2015 da F1

Segundo colocado na corrida deste domingo em Silverstone, Nico Rosberg aferiu a maior velocidade máxima dentre os 20 pilotos que disputaram a prova. No trecho que antecede a curva Stowe, o piloto da Mercedes cravou 330,2 km/h

Assim como aconteceu no treino classificatório que definiu o grid de largada do GP da Inglaterra, a corrida disputada neste domingo (5) em Silverstone teve as três maiores velocidades máximas estabelecidas por pilotos empurrados por motor Mercedes. Segundo colocado na prova, Nico Rosberg aferiu 330,2 km/h e ficou com a melhor marca do dia no lendário traçado britânico.

O piloto da Mercedes foi pouco mais rápido em relação ao segundo colocado na tabela, o finlandês Valtteri Bottas, da Williams. O dono do FW37 #77 cravou 330,1 km/h como sua mais alta velocidade ao longo da prova, no setor que é localizado ao fim da grande reta que antecede a curva Stowe em Silverstone. Lewis Hamilton, grande vencedor da corrida deste domingo, assinalou a terceira melhor marca: 329,1 km/h.

Nico Rosberg anotou a maior velocidade final deste domingo em Silverstone (Foto: AP)

Em quarto ficou Sebastian Vettel, que foi o melhor colocado dentre os pilotos empurrados pelo motor Ferrari. Terceiro lugar graças a uma grande estratégia do time de Maranello na Inglaterra, o tetracampeão do mundo anotou 328,3 km/h em sua melhor passagem, pouco mais rápido em relação ao seu companheiro de equipe, Kimi Räikkönen, que aferiu 327,7 km/h.

Já o melhor posicionado na tabela do speed trap deste domingo em Silverstone entre os pilotos empurrados pelo motor Renault foi Daniil Kvyat. O russo, que sentiu um pouco a falta de potência do propulsor francês em comparação às concorrentes Mercedes e Ferrari, colocou a Red Bull em décimo na estatística ao aferir 319,0 km/h.

E pelos lados da Honda, apenas Fernando Alonso, décimo lugar neste domingo, passou pelo trecho, uma vez que Jenson Button abandonou antes da primeira volta. O bicampeão do mundo cravou apenas 310,3 km/h, quase 20 km/h a menos em relação à velocidade estabelecida por Rosberg na sua melhor passagem.

F1, GP da Inglaterra, Silverstone, speed trap:

      km/h
1 6 NICO ROSBERG 330,2
2 77 VALTTERI BOTTAS 330,1
3 44 LEWIS HAMILTON 329,1
4 5 SEBASTIAN VETTEL 328,3
5 7 KIMI RÄIKKÖNEN 327,7
6 11 SERGIO PÉREZ 327,6
7 9 MARCUS ERICSSON 322,2
8 27 NICO HÜLKENBERG 321,9
9 19 FELIPE MASSA 321,3
10 26 DANIIL KVYAT 319,0
11 3 DANIEL RICCIARDO 318,3
12 55 CARLOS SAINZ JR 313,6
13 14 FERNANDO ALONSO 310,3
14 28 WILL STEVENS 305,4
15 98 ROBERTO MERHI 297,1
16 33 MAX VERSTAPPEN 238,6
17 13 PASTOR MALDONADO 223,5

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube