Stewart sugere que Hamilton pode se dedicar à música depois que conquistar quarto título na F1

Sir Jackie Stewart, tricampeão da F1, entende que o piloto da Mercedes não vai ficar só nos três títulos, podendo chegar até mesmo a igualar a emblemática marca de Juan Manuel Fangio. Mas o escocês acredita que Lewis Hamilton poderá considerar a carreira nas pistas e se dedicar a uma de suas paixões, a música, caso conquiste o tetracampeonato

Lewis Hamilton entrou para a galeria dos tricampeões mundiais de F1 com a conquista do título da temporada de 2015. Entre eles, lendas como Niki Lauda, Ayrton Senna, Nelson Piquet, Jim Clark e Jackie Stewart. O escocês acredita que Hamilton, aos 31 anos, pode ir muito além e chegar ao tetracampeonato neste ano. Contudo, Stewart entende que Lewis pode até mesmo considerar sua carreira fora das pistas após um eventual quarto título para se dedicar à música, uma das suas paixões.
 
Em entrevista à emissora alemã ‘Sky’, Sir Jackie Stewart entende que, se Lewis estiver focado apenas no esporte, ele poderá alcançar a emblemática marca de Juan Manuel Fangio e chegar ao pentacampeonato da F1.
 
“Ele vai faturar mais do que três títulos. Pelo menos quatro ou cinco. Talvez, seu estilo de vida vai dizer que, depois do quarto, ele se dedicará ao negócio da música”, declarou o campeão de 1969, 1971 e 1973.
Hamilton pode chegar até mesmo ao penta da F1, diz lendário Jackie Stewart (Foto: Getty Images)
Stewart acredita que o futuro de Hamilton definitivamente vai estar no showbiz e, por isso, não encontra razão para criticá-lo por seu estilo de vida peculiar. “Suas correntes e brincos atraem muita atenção, mas é seu estilo. Para certos mercados, isso é muito positivo, mas talvez seja estranho para a F1. Ele tem feito muito dinheiro e tem logrado um sucesso inacreditável. Agora ele está com 31 anos, eu me aposentei com 34”, lembrou o escocês.
 
Hamilton é um dos líderes de estatísticas da F1 atual. Em número de vitórias, por exemplo, o britânico é o terceiro colocado, com 43, à frente de nomes como Sebastian Vettel e o seu grande ídolo, Ayrton Senna, e atrás somente de Michael Schumacher, com 91, e Alain Prost, com 51. Em poles, Lewis chegou no GP da Austrália à sua 50ª, ficando atrás de Senna, com 65, e Schumacher, com 68.
 
Hamilton também ocupa boa posição — quarto lugar — na lista dos piloos que mais subiram ao pódio na F1: 88 vezes: oito a mais que Ayrton Senna, ficando atrás somente de Schumacher, com 155, Prost, com 106, e Fernando Alonso, com 97.
VEJA A EDIÇÃO #21 DO PADDOCK GP, QUE ABORDA F1 E MOTOGP

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube