Substituto de Alonso, Magnussen reconhece limitação da McLaren para primeira corrida: “Não esperamos vencer”

Com a complicada pré-temporada que a McLaren Honda enfrentou, a equipe não pensa em vencer. Kevin Magnussen e Jenson Button vão para a Austrália sabendo que o fim de semana deve ser de muito trabalho para recuperar o tempo perdido nos testes. Inglês também lamentou a ausência de Fernando Alonso, ao passo que Kevin Magnussen comemorou polidamente

Trabalho. É a isso que vai se resumir a vida da McLaren Honda no fim de semana do GP da Austrália. O inglês Jenson Button destacou que a equipe precisa correr atrás de muita coisa para compensar o tempo perdido nos testes de pré-temporada. Tanto é que seu colega para esta prova, Kevin Magnussen, nem sonha com chances de vitória.

 
Button acredita que as atividades de pista em Melbourne podem revelar algumas surpresas em relação ao que foi visto nos testes, mas que o mais importante é ver a sua equipe lutando do início ao fim.
 
“Eu não acho que alguém mostrou tudo o que podia nos testes. A corrida no Albert Park vai ser uma grande curva de aprendizados para nós, mas vou trabalhar de pé embaixo com meus engenheiros para acertar o carro da melhor forma possível. Vamos lutar até o último momento para tirar o máximo do fim de semana”, falou o britânico.

“É claro que não esperamos vencer, mas meu foco é acertar o carro para uma condição de corrida e levar nosso progresso adiante”, reforçou Magnussen.

Kevin Magnussen está contente por correr, mesmo que não tenha grandes expectativas (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Sem Alonso
 
A ausência de Fernando Alonso na corrida também foi lamentada por Button, que terá em Melbourne seu companheiro de equipe do ano passado. O dinamarquês foi segundo no GP da Austrália de 2014, logo à frente de Button. Foi o único pódio da McLaren nos últimos dois anos.
 
“Fernando não poder correr é uma pena e eu espero que ele se recupere rapidamente para poder voltar para trás do volante muito em breve”, disse o campeão de 2009. “É ótimo ver Kevin no carro de novo e eu sei que ele vai fazer um grande trabalho na ausência do Fernando.” 
 
Magnussen, polidamente, comemorou a chance de poder disputar a 20ª prova da carreira na F1 — ele deveria permanecer como reserva da McLaren durante toda a temporada. “Estou bem contente por estar atrás do volante da McLaren em Melbourne outra vez. É claro, a razão pela qual estou aqui é incomum, mas meu trabalho é fazer o melhor trabalho possível para a equipe enquanto Fernando estiver fora do cockpit, e é isso que vou fazer”, disse.
 
“Embora eu não esperasse sentar no cockpit na Austrália, passei o inverno me preparando como normalmente faria para uma temporada de corrida, então eu me sinto em forma e pronto para a tarefa que tenho pela frente. É uma oportunidade fantástica para eu conseguir mais quilometragem, pois isso vai se tornar um benefício nos próximos meses para eu fazer meu trabalho em Woking”, continuou.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL as atividades de pista do GP da Austrália a partir das 22h30 (de Brasília) desta quinta-feira.
 
E MAIS

Mercedes aterroriza em testes e se põe como favorita absoluta

Continuidade é chave para Williams manter rota de sucesso

Ferrari muda por completo e vai em rumo certo para se reerguer

McLaren pensa em nova era com a Honda. Começa bem mal

Com carro 'brasileiro', Nasr vai bem nos testes. Mas sabe da vida dura

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube