“Superempolgado”, Massa confirma que Williams participa de testes de Jerez com carro novo

Em entrevista exclusiva ao GRANDE PRÊMIO, Felipe Massa demonstrou animação com o projeto da Williams, que vai à pista já nos primeiros testes marcados para o fim de janeiro em Jerez de la Frontera


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A primeira aparição pública de Felipe Massa em 2014 é bem diferente de qualquer uma depois que chegou à F1. Pela primeira vez na carreira, o brasileiro se mostra despido de qualquer coisa que remeta ao cavalo empinado e à Ferrari. Agora mais relaxado como piloto da Williams, a tarefa como piloto muda. E diferente do que a maioria imaginava, na prática, já começa na última semana deste janeiro.

Em meio aos boxes do kartódromo do Beto Carrero World para a disputa de seu Desafio das Estrelas em Penha, Massa não escondeu a animação com o projeto sobre o FW36, apesar de pouco detalhá-lo. "É lógico que é difícil dizer agora porque é novo para todas as equipes. Agora, a gente está superempolgado e a equipe está bem empolgada sobre o trabalho do carro novo e o desenvolvimento. Mas enquanto não for para a pista, não vir as outras equipes andando, entender como funciona, como que é o motor novo, como que é o sistema novo, é difícil ter uma ideia", declarou ao GRANDE PRÊMIO. "A vontade é grande e o trabalho está sendo intenso para que a gente tenha um carro competitivo."

A Williams vem de uma de suas piores temporadas na história, e um dos fatores pode ser visto no atraso do carro, que mal participou das primeiras sessões de 2013. Desta vez, tudo vai ser diferente. Perguntado se o novo modelo fica pronto para os testes de Jerez, Massa respondeu que "fica". A confirmação é um desalento para a Lotus de Éric Boullier, que esperava que outras equipes ficassem de fora dos primeiros treinos da F1 em 2014 — a Caterham e a Marussia garantiram presença, por exemplo.

Felipe Massa é o idealizador do Desafio das Estrelas (Foto: Duda Bairros)


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A questão da Williams se debruça no trabalho sobre o motor Mercedes. "Já tem muita informação que recebemos, mas precisa andar e ver no carro. Até para o lado do piloto, jeito de guiar, vai ter muita coisa diferente. Vai ser quando começar a fazer o trabalho dentro da pista também", comentou Felipe.

Massa evitou criar expectativas. "Ah, vamos começar o ano…", sorriu, quando perguntado sobre um prazo para o projeto vingar. "Espero que a gente consiga fazer vingar e ter um carro competitivo, sim. Espero logo agora. Se não der agora, trabalhar para isso acontecer", disse.

Para o brasileiro, "um pódio já seria um resultado sensacional para o momento que a Williams passou, para começar". "Mas a gente tem que esperar e ver", tornou a ser cauteloso. "Às vezes, pode acontecer mais do que pódio e às vezes, não. A gente tem de entender o momento para fazer o trabalho direito", encerrou.

Os primeiros treinos coletivos da F1 em 2014 estão marcados para 28 a 31 de janeiro no circuito espanhol de Jerez de la Frontera.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube