Surpreso com ida adiantada para Renault, Sainz admite que espera derrotas para Hülkenberg: “Ajustes vão demorar”

Se toda a comunidade da F1 foi pega de surpresa com a notícia, no último sábado, de que a corrida em Suzuka seria a última de Carlos Sainz Jr. na Toro Rosso, não é de se assustar quando o próprio piloto espanhol admite que também não sabia da mudança até pouco antes do anúncio. Agora, ele já pensa em como se adaptará ao carro da Renault

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O treino de classificação do GP do Japão já havia terminado, toda a comunidade da F1 já esperava a corrida no domingo, mas uma surpresa agitou o pré-prova do último sábado (7): Carlos Sainz Jr. faria sua despedida da Toro Rosso no dia seguinte, enquanto Jolyon Palmer largaria no grid da F1 pela última vez, cedendo de forma adiantada seu lugar na Renault.

Se os fãs, jornalistas e mais se assustaram com a notícia então, não é de causar espanto que o próprio Sainz não soubesse que iria sair da segunda equipe da Red Bull ainda nesta temporada – já que seu contrato com a Renault apotava amudança só em 2018. Foi o que revelou nesta terça (10) o espanhol.

"Fiquei sabendo, pelo meu empresário, meia hora antes do anúncio oficial. Fiquei tão surpreso quanto qualquer um", disse.

Carlos Sainz (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Passada a surpresa, ele ponderou e percebeu que já passar a pilotar um Renault pode ajudá-lo no futuro: "Agora posso me ajustar ao carro, me acostumar com os engenheiros e com os mecânicos."

A análise positiva, porém, para aí. Agora, Sainz pensa não ter muita chance de correr à frente de seu companheiro de equipe, algo que conseguia na Toro Rosso contra Daniil KvyatNico Hülkenberg será, na opinião dele, um adversário superior.

"Ele já pilotou em 16 corridas com um carro que eu nunca pilotei. Vai demorar para eu me ajustar. Claro que meu objetivo é alcançar esse ritmo o mais rápido possível, mas não é automático. Tenho que trabalhar muito para isso", afirmou.

Hülkenberg, inclusive, é o piloto que vem logo atrás de Sainz no Mundial. O espanhol tem 48 pontos e é o 9°, enquanto o alemão tem 34 pontos, em 10°.

HÁ ESPERANÇA?

MESMO COM RESULTADO RUIM, VETTEL GANHA FORÇA NA MALÁSIA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube