Surpreso com vitória de Räikkönen, Vettel descarta preocupação com resultado em Melbourne

Sebastian Vettel foi mais um a ter ficado surpreso com o triunfo de Kimi Räikkönen. Entretanto, o alemão não se mostrou preocupação com o terceiro lugar, pelo contrário: “Podemos ficar felizes hoje”, disse o tricampeão do mundo

 

 As imagens deste domingo em Melbourne
 O relato do GP da Austrália em tempo real
 Especial F1 2013, a temporada que vem com rótulo de imprevisível

O mais jovem tricampeão mundial de F1 iniciou sua luta pelo tetra de maneira um tanto decepcionante. Depois de simplesmente triturar seus adversários e sobrar na sessão classificatória para garantir mais uma pole em sua carreira, Sebastian Vettel não encontrou o melhor ritmo de corrida e sucumbiu à competência de Fernando Alonso e, principalmente, ao ‘nó tático’ dado por Kimi Räikkönen, o grande vencedor do GP da Austrália, disputado neste domingo (17), em Melbourne.

De favorito absoluto, Vettel, muito surpreso com o êxito de Räikkönen em Albert Park, terminou em terceiro lugar, garantindo seus primeiros 15 pontos na temporada. Levando em conta a expectativa diante de uma vitória avassaladora, seria de se pensar que Sebastian ficaria frustrado por não conseguir chegar à sua 27ª vitória e, assim, igualar o mítico Jackie Stewart. Mas, para Vettel, não há qualquer motivo para preocupação.

Preocupação foi tudo o que Vettel não sentiu com seu resultado em Melbourne (Foto: Getty Images)

“Podemos ficar felizes com hoje”, disse o piloto em entrevista coletiva concedida pelos três melhores colocados do GP da Austrália. “Claramente queríamos mais; quando você larga na pole você quer vencer. Mas não estou preocupado, nós temos de admitir que às vezes outras pessoas são mais rápidas. Nós tivemos o terceiro carro mais rápido na corrida hoje”.

Vettel, como tantos outros pilotos neste domingo, disse que enfrentou problemas para gerenciar seus pneus. “Depois de uma boa largada e das primeiras duas ou três voltas, os pneus começaram a falhar. Não pudemos ir tão longe quanto os outros”, lastimou.

Foi aí que Sebastian começou a perder terreno para os adversários. “Soube que Fernando nos passou após a parada e não sabia de onde o outro carro veio”, disse o tricampeão, fazendo referência ao E21 de Kimi Räikkönen. “Nunca vi isso, então foi um pouco surpreendente”, acrescentou o jovem Vettel, estupefato com a tática de Kimi.

Ainda assim, de acordo com o alemão, não há motivos para alerta, uma vez que o GP da Austrália foi apenas a primeira corrida do ano. “Nós temos de ficar felizes hoje. Temos bons pontos. Isso foi bem divertido, complicado com os pneus, mas estou feliz por ter ido ao pódio”, comentou.

Por fim, quando questionado sobre o tempo em que ficou atrás de Adrian Sutil, um dos destaques da temporada, mas que estava um pouco mais lento em relação ao RB9, Sebastian disse que isso não prejudicou em seu resultado final. “Isso não ajudou, mas é muito simples: se nós tivéssemos ritmo, então passaríamos por ele. Não acho que, considerando todas as voltas da corrida, que isso tenha feito uma grande diferença. No fim das contas, você tem voltas o suficiente para recuperar”, encerrou o piloto de Heppenheim.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube