Surpreso por andar perto de Räikkönen, Verstappen vê Red Bull “melhor na corrida do que na classificação” na Austrália

Max Verstappen cruzou a linha de chegada do GP da Austrália em quinto lugar. Depois de fechar 2016 de forma bem competitiva, o holandês reconheceu que começa a temporada com um déficit de potência do motor Renault, mas se mostrou confiante em evoluir nas próximas corridas

 

 


google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Max Verstappen abriu o GP da Austrália largando em quinto e em quinto terminou a prova deste domingo (26). Nitidamente, a Red Bull começou a temporada 2017 atrás da Ferrari e Mercedes, o que há havia sido refletido nos testes de pré-temporada. Para Verstappen, contudo, foi uma surpresa poder andar perto de Kimi Räikkönen na fase final da prova. E isso mostra que o RB13 tem um ritmo de corrida melhor em relação à classificação.

 
“Fiquei um pouco surpreso por estar tão perto do Kimi. Meu ritmo era bom em comparação com o dele e consegui colocar pressão sobre ele permanecendo por perto ao longo da corrida. O carro esteve melhor na corrida do que na classificação”, avaliou o jovem holandês.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Max Verstappen destacou o melhor desempenho do RB13 em ritmo de corrida (Foto: Red Bull Content Pool)
A Red Bull só não conseguiu somar mais do que dez pontos porque Daniel Ricciardo teve um fim de semana desastroso, logo correndo em casa. Verstappen, por sua vez, se mostrou confiante em ver a evolução do RB13 nesta primeira fase do campeonato. O que pesa muito, na visão de Max, para a Red Bull ficar atrás de Ferrari e Mercedes é o desempenho do motor.
 
“Há realmente um déficit de velocidade em linha reta, que é, naturalmente, em razão do motor, mas é difícil saber exatamente onde nós estamos em termos de desempenho puro”, apontou o jovem de 19 anos.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“O circuito não ajudou, foi complicado, mas foi melhor na corrida e estou feliz. Temos de avançar e vamos trabalhar duro para isso, e devemos ver esse progresso nas próximas corridas”, finalizou Verstappen.

 
A próxima etapa da temporada 2017 do Mundial de F1 será disputada dentro de duas semanas. O circuito de Xangai, palco do GP da China, é conhecido por uma longa reta, de quase 1,5 km, o que pode representar maiores dificuldades para a Red Bull em razão das características do traçado asiático.
 

PADDOCK GP #70 FAZ PRÉVIA DE ABERTURA DAS TEMPORADAS DE F1 E MOTOGP E LEMBRA PACE

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube