Terceiro no último dia de testes no Bahrein, Alonso mostra preocupação: “Não estamos onde queremos”

Espanhol foi mais de 1s mais lento que o líder Hamilton, e não escondeu insatisfação com ritmo do F14 T: "Queremos extrair todo o potencial do carro no menor tempo possível"

 
Embora quase nenhum piloto esteja plenamente satisfeito com o desempenho pleno de seus respectivos carros para 2014, a situação na Ferrari parece um pouco mais grave.
 
Depois de ficar em terceiro lugar no último dia de testes no Bahrein, neste domingo (2), Fernando Alonso não disfarçou a preocupação com o desempenho do F14 T.
Fernando Alonso e a F14 T em Sakhir (Foto: Getty Images)

O espanhol completou 74 voltas e ficou 1s002 atrás do tempo do líder Lewis Hamilton, da Mercedes. “A equipe fez todo o possível para acelerar as mudanças que precisava fazer no carro, já que hoje o objetivo também era dar mais voltas”, disse.
 
“Há muitas coisas sobre a unidade de força que ainda estamos aprendendo para melhorar o rendimento do carro, mas ainda não estamos onde queremos estar”, afirmou, enfático.
 
“Somos todos muito competitivos e seguiremos trabalhando dia e noite para conseguir extrair todo o potencial do F14 T no menor tempo possível.”
 
“Foram 12 dias de treinos muito intensos, e agradeço a toda a equipe pelo esforço que está fazendo”, encerrou Alonso. O GP da Austrália ocorre no próximo dia 16.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube