Todt e Enzo Ferrari não aceitariam acordo com a FIA, diz Cesare Maria Mannucci

O acordo feito entre a FIA e a Ferrari no início de 2020, após a apuração de irregularidades no motor da equipe italiana, levantou muitas dúvidas no paddock da Fórmula 1 e continua um mistério para todos

No Cadeira Cativa #14, Cesare Maria Mannucci comentou sobre o acordo feito entre FIA e Ferrari após a descoberta de ilegalidades no motor da equipe italiana de Fórmula 1. E afirmou que ex-dirigentes da Ferrari não aceitariam a proposta feita.

“Quando Piquet ganhou com a gasolina totalmente irregular em 1983, Enzo Ferrari acabou constrangendo Ecclestone [ex-chefe da Brabham] e o obrigou a emitir uma carta pedindo desculpas”, relembrou o jornalista.

O Cadeira Cativa é o programa do GRANDE PRÊMIO que recebe jornalistas e personalidades marcantes da cobertura de esporte a motor do Brasil.

Assista ao trecho completo abaixo:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar