Toro Rosso causa impacto forte além da beleza: carro segue linha da Mercedes e não da Red Bull

A Toro Rosso surpreendeu em Barcelona ao apresentar um carro de linhas agressivas e soluções aerodinâmicas diferentes de sua irmã mais velha. Na verdade, o STR12 prata e azul metálico se parece mais com a Mercedes do que com a Red Bull. E o discurso da chefia até indica que não se trata de uma cópia. Até porque lamentaram que a campeã do mundo tivesse tido a mesma ideia

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Toro Rosso chegou ousada e agressiva a Barcelona. A equipe de Faenza foi a última a apresentar a criação para a temporada 2017 e surpreendeu. Não só por ter revelado uma pintura atrevida, em prata, vermelho e azul metálico, mas também por ter seguido uma linha técnica bem diferente da irmã mais velha, a Red Bull. A verdade é que time chefiado por Franz Tost já caminha com os próprios pés. E agora quer mais.
 
Por conta do novo regulamento, o STR12 também surgiu com a asa barbatana na parte traseira, em um desenho mais refinado do que a maioria das rivais. O recurso se faz necessário neste ano de grandes mudanças porque ajuda a ‘limpar’ o ar para o aerofólio traseiro, que vem mais baixo e mais largo, em uma tentativa de melhorar a performance dos bólidos. Assim como os demais modelos, o projeto italiano também tem pequenas aletas nas laterais, mas é a dianteira o que o distingue das demais adversárias e o aproxima da tricampeã.
 
A Toro Rosso optou por um bico mais alongado, fino e tradicional – e mais baixo. A suspensão dianteira também vem como a do novo W08.  Só que o time não quer saber de comparações e defende a linha adotada para o novo carro. "Por um lado, tivemos algum prazer em ver que alguém fez uma coisa semelhante, mas, ao mesmo tempo, ficamos decepcionados por não ser a única a equipe a pensar em alguma outra coisa", admitiu James Key, o diretor-técnico da Toro Rosso, aos jornalistas em Barcelona, logo após a equipe revelar o bólido neste domingo (26).
Que baita carro tem a Toro Rosso para 2017 o lindo STR12 (Foto: Reprodução)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
"Sei que a maioria das pessoas diria que nós temos a suspensão dianteira da Mercedes. Mas não é bem assim. Nós tomamos as decisões como um grupo, com base estudos e olhamos para toda as opções. E, sim, há semelhanças. O bico é parecido e até mesmo as entradas laterais. Mas tudo isso é uma completa coincidência", garantiu o engenheiro, em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO.

 

O clima, portanto, entre os pilotos e os principais membros da equipe é de um otimismo contido. A equipe aposta tudo também nos motores da Renault para conseguir se colocar na briga com Force India e McLaren e, finalmente, tentar conquistar um pódio. A palavra pódio, entretanto, está proibida. Nem Carlos Sainz e nem Daniil Kvyat quiseram falar sobre essa meta.

“Pode parecer estranho, mas não penso nisso. Quero apenas trabalhar e ver o time crescer, o carro se tornar competitivo. Estou realmente impaciente para começar a minha terceira temporada. Estou mais confiante e acho que agora posso colocar em prática tudo o que aprendi nesses anos e com a experiência de trabalhar junto com a equipe”, afirmou o espanhol, que tem a esperança de ao menos conseguir “lutar contra (Fernando) Alonso”.

“Também não quero traçar metas”, completou Kvyat. “Estou mais confiante e otimista neste ano. Acho que a equipe tem tudo para crescer”, acrescentou o russo. 

Só que Sainz deixou escapar a satisfação em ver um carro tão parecido com o da Mercedes. "O quando o carro se parece com o carro que está ganhando todas as corridas, isso me dá muita confiança e é uma sensação muito bom. Acho que a Toro Rosso também pode se dizer confiante porque se há algo que eles sabem bem fazer, é a parte aerodinâmica. Nós provavelmente não vamos ganhar o campeonato, mas não estou pedindo por isso, eu só quero um carro que nos permita alcançar o top-10. É isso que realmente espero e torço", explicou o piloto.

A Toro Rosso tem metas modestas em frente às câmeras, mas não esconde o entusiasmo com o novo projeto. Por isso, além de bonito, o STR12 também carrega a esperança da equipe em entrar para o top-5 do Mundial de Construtores.
 

#GALERIA(6940)

PADDOCK GP #66 RECEBE LUCAS DI GRASSI, DEBATE F-E E NOVOS CARROS DA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube