Toro Rosso opta por nova substituição e libera Gasly do GP dos EUA para disputa do título da Super Formula, diz revista

De acordo com a revista inglesa 'Autosport', a Toro Rosso liberou Pierre Gasly para disputar o título da Super Formula e, por conseguinte, perder o GP dos Estados Unidos. Segundo a publicação, a decisão acontece após a equipe chegar a um acordo sobre o piloto que irá substituir o francês

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Após alguns dias de suspense e discussão no mundo da F1 sobre qual o destino de Pierre Gasly no fim de semana do GP dos Estados Unidos e da decisão da Super Formula, agora o martelo foi batido: Gasly está fora da etapa norte-americana no Mundial de F1.

 
A informação é da revista inglesa 'Autosport'. Segundo a publicação, a Toro Rosso resolveu liberar Gasly e não se indispor com a Honda por ter definido um piloto substituto para assumir o posto no Circuito das Américas, em Austin.
 
Agora parceiras, Toro Rosso e Honda encontraram discordância sobre o destino de Gasly por conta de conflitos de interesse criado muito antes de ambas de se acertarem. Gasly disputa a Super Formula japonesa, categoria impulsionada pela Honda, e está no segundo lugar do campeonato, apenas 0.5 ponto atrás do líder. A decisão de campeonato, em Suzuka, bate com o GP dos EUA.
 
O assunto se tornou uma novela nos últimos dias. Isso porque a Red Bull havia confirmado que Gasly correria na Toro Rosso pelo resto da temporada quando o jovem foi anunciado, antes do GP da Malásia. Depois, porém, o consultor Helmut Marko titubeou e mostrou que a Honda não abriria mão do piloto facilmente. O próprio Gasly afirmou que preferiria correr na F1, o que não fez a Honda abrir mão do piloto.
Pierre Gasly (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Franz Tost, chefe da Toro Rosso, resolveu evitar mais confusão e decidiu que quer outro piloto, informação que ainda segue sigilosa. Os nomes de Antonio Giovinazzi, Jolyon Palmer, Robert Kubica, Paul di Resta, Charles Leclerc, Takuma Sato e até do campeão da Indy, Josef Newgarden, aarecem como alternativas.
 
Além de Gasly, a Toro Rosso também não terá Carlos Sainz Jr. nos Estados Unidos. Sainz foi liberado para a Renault, que já tinha acertado com o espanhol para a temporada 2018. Daniil Kvyat será o substituto de Sainz.
 
O GP dos Estados Unidos está marcado para o dia 22 de outubro.
’EXTRAORDINÁRIO’

DI GRASSI VÊ HAMILTON COMO UM DOS TRÊS MAIORES DA HISTÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube