Wolff põe condição para Albon voltar à F1 com motor Mercedes: fim de vínculo com Red Bull

Toto Wolff considerou que é complicado ter um piloto da Red Bull correndo com um motor da fábrica de Brackely. Ainda assim, o dirigente disse que ficaria feliz em trabalhar com o tailandês, mas impôs uma condição

COMO FOI O GP DA HOLANDA DA F1 2021 | Resumo, melhores momentos e resultado da Fórmula 1

Toto Wolff impôs uma condição para Alexander Albon voltar à Fórmula 1 correndo com motor Mercedes: o fim da relação com a Red Bull. O dirigente austríaco considera que é complicado ter um piloto 100% ligado ao time dos energéticos correndo com um propulsor da fábrica de Brackley.

Com George Russell cotado para assumir o lugar de Valtteri Bottas ao lado de Lewis Hamilton em 2022, a Williams pode precisar de um novo piloto para o próximo ano. Chefe dos rubro-taurinos, Christian Horner vê na Williams uma possibilidade, mas entende que a Mercedes pode ser uma barreira.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

ALEXANDER ALBON; DTM;
Alexander Albon segue ligado à Red Bull (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

LEIA TAMBÉM
+OPINIÃO GP: Red Bull aprende a contra-atacar e enrola Mercedes em vitória dominante na Holanda

O piloto de 25 anos perdeu o lugar na Fórmula 1 no fim do ano passado e agora corre no DTM, ainda com contrato com a Red Bull. Mas Alex é um dos mais cotados para a escuderia de Grove.

Falando à imprensa em Zandvoort, Wolff disse que ficaria feliz em trabalhar com Albon, mas impôs uma condição.

“É complicado ter um piloto 100% Red Bull com uma unidade de potência da Mercedes. Então, fico feliz em trabalhar com ele desde que eles o deixem livre do contrato com a Red Bull”, disse Wolff.

A Mercedes, contudo, tem outro candidato para a vaga: Nyck de Vries, atual campeão da Fórmula E.

“Nyck é piloto da Mercedes na Fórmula E, mas jamais ficaremos no caminho de Nyck por uma vaga na Fórmula 1”, assegurou Wolff. “Não temos contrato de agenciamento com ele, nem temos uma opção para mantê-lo, portanto, Nyck pode guiar por qualquer equipe”, indicou.

ZZZZZ!… GP DA HOLANDA DE F1: VERSTAPPEN VENCE E TIRA LIDERANÇA DE HAMILTON | Briefing

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar