Triste com novo incidente, Grosjean revela insatisfação da Lotus e diz: “Pago o preço pelos meus erros”

Objetivo de Romain Grosjean é completar as primeiras voltas do GP da Coreia do Sul sem se envolver em um incidente. Uma semana atrás, o franco-suíço bateu em Mark Webber e comprometeu sua corrida em Suzuka

Em sua primeira temporada completa na F1, Romain Grosjean ganhou certo destaque graças aos três pódios conquistados, sobretudo o segundo lugar no GP do Canadá. Entretanto, seus erros nas primeiras voltas é que chamam mais a atenção, seja dos adversários, do público, da mídia especializada e até mesmo da Lotus. Duas corridas após cumprir, em Monza, a suspensão por ter causado um acidente grave na largada do GP da Bélgica, Grosjean voltou a se envolver em um incidente. Desta vez, em Suzuka, na semana passada, com Mark Webber, que ficou bem irritado, chamando o franco-suíço de ‘maníaco da primeira volta’.

Romain se mostrou triste com a situação e por acabar se tornando um destaque negativo e até motivo de chacota. Disposto a virar o jogo e ser notícia apenas pelas boas performances pela Lotus, Grosjean quer, antes de tudo, passar da primeira volta longe de problemas.

Em entrevista coletiva na Coreia do Sul, Grosjean se mostrou triste com má fase (Foto: Red Bull/Getty Images)

“Acho que não ter nenhuma batida na primeira volta é um dos meus objetivos”, falou o jovem piloto franco-suíço em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira (11) em Yeongam, palco do GP da Coreia do Sul, 16ª etapa do Mundial de F1. “É preciso de um pouco de tempo, é um ciclo, e assim, as coisas acabam dando errado. Mas estou consciente do risco na largada.”

Grosjean citou o grave acidente em Spa, fato que marcou este seu início de carreira na F1. A batida envolveu Fernando Alonso, Lewis Hamilton, Sergio Pérez e Kamui Kobayashi. A julgar pelos últimos resultados, de certa forma, o incidente pode determinar os rumos do campeonato quanto à definição do título. Foi o acidente na Bélgica que culminou em sua suspensão por uma corrida e a substituição por Jérôme D’Ambrosio no GP da Itália.

“O acidente de Spa foi muito impressionante e fui o primeiro a ficar feliz por ver que Fernando não havia se machucado. Estou consciente dos riscos, e eu pago o preço pelos meus erros”, disse Romain, que revelou aos jornalistas que a Lotus não está nada satisfeita com os últimos acontecimentos.

“Tenho falado muito com a equipe: eles não estão felizes, e eu não estou feliz com a forma como estou fazendo as primeiras voltas. Há 550 pessoas que trabalham duro em Enstone, e se você estraga tudo na primeira volta, isso não é bom”, ponderou o piloto, bastante humilde ao reconhecer suas falhas e, principalmente, ao demonstrar que deseja superar a atual fase.

Ao falar sobre o último incidente, que comprometeu tanto a sua corrida quanto a de Mark Webber em Suzuka, Romain reafirmou que pediu desculpas ao australiano e, chateado com o ocorrido, só quer reagir e deixar os erros para trás. “Mark veio me ver, e eu entendi que ele estava chateado. A única coisa que eu pude fazer era lhe pedir desculpas. Fiquei muito triste e espero que agora seja diferente.”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube