Turquia planeja até 100 mil espectadores em meio à pandemia para etapa da Fórmula 1

Após um longo período fora do calendário da Fórmula 1, o GP da Turquia quer voltar com tudo. E para celebrar em grande estilo, os organizadores pretendem receber até 100 mil pessoas nas arquibancadas do circuito. E dizem que os protocolos sanitários e de distanciamento social vão ser respeitados

Após nove temporadas sem receber a Fórmula 1, a Turquia vai sediar uma etapa do campeonato no dia 15 de novembro. Por enquanto, o circuito de Istambul volta ao calendário apenas em 2020 e, por isso, a organização quer lotar as arquibancadas com cerca de 100 mil espectadores.

Vural Ak, promotor da etapa, disse em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira (1) que a presença de público será permitida no circuito turco para a etapa da Fórmula 1 e ainda declarou que o local pretende utilizar metade de capacidade máxima das arquibancadas, respeitando as medidas sanitárias de combate ao coronavírus.

“Precisamos estar prontos para tudo. Se a pandemia for pior do que hoje, então faremos a corrida sem público. Entretanto, sabemos a capacidade desta pista, com cerca de 220 mil pessoas acompanhando a corrida nas arquibancadas e gramados. No momento, por medidas sanitárias, se fecharmos alguns setores, cerca de 100 mil espectadores consegue assistir a prova seguindo o distanciamento social”, declarou Ak.

Por conta da pandemia da Covid-19, a F1 fechou os portões para espectadores nas primeiras etapas de 2020 (Foto: AFP)

Até o dia 31 de agosto, de acordo com a John Hopkins University, a Turquia tinha registrado 270.133 casos de Covid-19 e 6.370 pessoas morreram diagnosticadas com o vírus morreram no país.

Por conta da pandemia de Covid-19, a Fórmula 1 não teve público nas sete primeiras etapas da temporada. O GP da Itália, neste fim de semana, também não vai ter espectadores nas arquibancadas de Monza. Já o GP da Toscana, que será disputado em 13 de setembro no circuito de Mugello, deve receber 3 mil pessoas, enquanto a etapa russa deseja ter 30 mil lugares ocupados.

Vural Ak também comentou sobre o preço dos ingressos. A organização vai vender bilhetes de 30 liras – cerca de R$ 22 – por dia para atrair mais fãs. Segundo ele, a vontade dos promotores é lotar as arquibancadas e não fazer lucro com a prova.

“Não estamos procurando vantagens financeiras e o governo turco nos encorajou. Os ingressos começam a ser vendidos na próxima semana e devem esgotar rapidamente”, comentou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube