Último campeão pela Williams, Villeneuve lamenta morte de Frank: “Sempre lutador”

Último piloto a levantar um título pelo time de Grove, Jacques Villeneuve se pronunciou nesta segunda-feira sobre a morte de Frank Williams, que faleceu no último domingo

HAMILTON E O MOTOR APIMENTADO: A ARMA DA MERCEDES NA ARÁBIA SAUDITA

Último campeão da Williams na Fórmula 1, o canadense Jacques Villeneuve se pronunciou nesta segunda-feira (29) sobre a morte de Frank Williams, fundador e ex-chefe de equipe da esquadra de Grove, aos 79 anos. O falecimento aconteceu na manhã do último domingo, na Inglaterra.

Villeneuve competiu na equipe entre 1996 e 1998, e foi o último campeão de pilotos da Williams na Fórmula 1, faturando o título de 1997 com o terceiro lugar no GP da Europa, superando uma controversa batida de Michael Schumacher, na época piloto da Ferrari, que acabou desclassificado do campeonato.

“Lamento ouvir a notícia de ontem sobre a morte de Sir Frank Williams, e queria estender minha simpatia aos seus colegas, amigos e família. Tive a satisfação de pilotar para Frank em três temporadas da F1, e durante este tempo conquistei o título mundial de 1997 e vencemos dois Mundiais de Construtores. Como resultado do tempo que passamos juntos, compartilhamos respeito e afeto mútuo”, declarou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Frank Williams em 2013 (Foto: Alexander Klien/AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Villeneuve também foi vice-campeão mundial no ano anterior, em 1996, perdendo a taça para o então companheiro de equipe Damon Hill. Após um ano abaixo da média em 1998, o canadense deixou a Williams para competir na BAR.

“Frank era único, sempre um racer, totalmente comprometido com sua equipe e o desafio de vencer. Meu pai [Gilles Villeneuve] o conhecia e correu contra a Williams em sua carreira. Quando recebi a oportunidade de entrar na Williams, sabia que era uma oportunidade imperdível, Frank e seu parceiro Patrick Head construíram uma equipe formidável”, seguiu.

“Naturalmente, tenho completa admiração pelo que Frank alcançou na Fórmula 1, mas também pela sua coragem em lidar com adversidades pessoais depois de seu acidente. Ele será lembrado por mim como um grande lutador, dentro e fora das pistas”, completou.

MERCEDES DEVERIA TROCAR BOTTAS POR RUSSELL NA RETA FINAL DA F1 2021?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar