Último no grid, Massa não entende razões de acidente no treino livre: "Muito estranho isso ter acontecido"

Após forte batida no muro interno da reta dos boxes de Mônaco, brasileiro não conseguiu registrar tempo durante a sessão classificatória, já que a Ferrari não recuperou seu carro a tempo. "Essa é a pior pista para se ter um problema", admitiu o desolado ferrarista

Siga o GRANDE PRÊMIO                     Curta o GRANDE PRÊMIO

Felipe Massa parecia ter um fim de semana promissor pela frente. Com bons desempenhos nos treinos da última quinta-feira (23) em Mônaco, o brasileiro apresentou ritmo para largar entre os seis primeiros do grid. 
 
No entanto, um forte acidente na terceira sessão livre, na manhã deste sábado (25), acabou tirando do piloto a chance de participar da classificação.
 
De forma estranha, Massa perdeu o controle de sua Ferrari na reta dos boxes e bateu no muro interno. O impacto foi tão forte que o carro só parou na proteção de pneus na Sainte-Dévote. A equipe não conseguiu recuperar seu equipamento a tempo e o brasileiro não conseguiu participar da classificação, largando, portanto, na 22ª e última posição.
Felipe Massa teve um problema estranho e bateu forte nesta manhã em Mônaco (Foto: Getty Images)
As imagens do sábado de F1 em Monte Carlo 
Acompanhe a cobertura do GP de Mônaco no GRANDE PRÊMIO
Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

"Essa é a pior pista para se ter um problema", lamentou Felipe. "Mas acho que precisamos manter o otimismo. Teremos que tentar tudo o que for possível para amanhã. Em Mônaco é difícil ultrapassar, nós sabemos, mas tudo pode acontecer."

 
Massa tentou explicar o acidente, mas mesmo analisando os dados fornecidos pela Ferrari, não conseguiu detectar o que causou o problema. Diante da afirmação da equipe de que a batida foi causada por falha humana, o brasileiro relutou em concordar com a alegação.
 
"Quando freei sobre a ondulação, o carro tocou o chão e travei as duas rodas da frente. Não é uma coisa fácil de acontecer, normalmente você trava apenas uma. Então fui para o muro. Esperar pela batida não é algo legal", comentou. "Olhei os dados e, honestamente, quando freei, eu estava mais lento do que na quinta-feira. Travei os dois pneus dianteiros e foi muito estranho isso ter acontecido."
 
Por fim, Massa falou que apesar da violência do acidente, não sofreu nenhuma lesão mais grave e está em plenas condições de participar da corrida neste domingo (26). "Sinto algumas dores nos músculos das costas, mas estou bem. Nada que uma massagem não resolva", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube